,

Maia no Top20 dos municípios com melhor governação

O município da Maia está bem classificado no estudo sobre “Qualidade da Governação Local em Portugal” apresentado pela Fundação Francisco Manuel dos Santos relativo ao ano de 2018.

A Maia obteve um total de 74,61 pontos no critério “Voz dos cidadãos e prestação de contas” (16ª posição), sendo a liderança de Ponta Delgada (86,09), logo seguido de Proença-a-Nova (83,52) e Leiria (83,11).

Da lista de municípios que constam da tabela, a pontuação média varia entre 26,53 e um mínimo de -92,80.

Resultado que significa que o estudo aponta a Maia no Top20 dos municípios portugueses, onde os cidadãos mais têm voz nas decisões e onde é maior a qualidade da prestação de contas, por parte da governação autárquica.

O estudo foi coordenado por António F. Tavares e Luís de Sousa, liderando uma equipa de mais 6 elementos. Num longo e minucioso estudo de 212 páginas são analisados vários itens, dos municípios nas dimensões: “Voz dos Cidadãos e Prestação de Contas”; Estabilidade Política;
Eficácia Governativa; Acesso e Regulação do Mercado e Fatores Explicativos; Estado de Direito e Prevenção da Corrupção; Índice de Governação Local.
O documento deixa ainda um alerta para a forma como o poder está organizado e para a forma como é exercido a nível local.

Dizem os autores que a forma como o poder é exercido ao nível das autarquias em Portugal tem de ser alterada para se adaptar às novas exigências da sociedade e a um modelo diferente de governar, que pode implicar a perda de poder dos presidentes de câmara, passando essa autoridade a ser “repartida” com outras entidades – sejam empresariais, universitárias ou com ligações à Igreja, por exemplo – que têm influência no modo como alguns serviços são prestados às populações.