,

Primeiro encontro participativo da revisão do PDM Maia

O primeiro encontro participativo da revisão do Plano Diretor Municipal da Maia, realizado na freguesia de Águas Santas, no dia 7, correspondeu totalmente às expetativas do executivo municipal. É o balanço apontado em nota de imprensa da Câmara maiata.

A sessão que aconteceu na sede da Junta de Freguesia contou com a participação de mais de 40 cidadãos. “Os participantes alinhados em quatro grupos, partilharam estórias, memórias e vivências, reveladoras de uma forte identidade local e de um apurado espírito de comunidade e de responsabilidade cívica”, informou a Câmara Municipal.

Na partilha das memórias e valores referenciais dessa identidade de lugar, foram citados: o rio Leça como lugar de banhos e brincadeiras; os moinhos e lavadouros como símbolos e lugares de trabalho e encontro social; uma paisagem rural rica e diversificada.

Nas suas intervenções, os cidadãos aludiram aos constrangimentos e desafios que a Freguesia de Águas Santas enfrenta atualmente, em particular os relacionados com a proximidade ao Porto e o corte físico produzido pelas autoestradas.

Foram ainda apontadas questões relacionadas com o equilíbrio instável entre a infraestrutura existente e a mobilidade muito motorizada e com a necessidade de articular as “centralidades” tradicionais (Mosteiro, Alto da Maia) e as emergentes (a envolvente da nova junta de Freguesia).

Como conclusão, foi efetuada a resenha consensual entre os participantes, sobre a qualidade dos equipamentos escolares, de saúde e desportivos (cinco pavilhões num agregado de cerca de 30.000 habitantes), o forte espírito associativo e a posição de charneira que tem com as freguesias e os concelhos envolventes.
 
O trabalho não termina por aqui. O grupo de técnicos inicia, a partir desta data, a construção de propostas dos cidadãos para o PDM. Para já são de opinião de que foi uma noite produtiva e marcada pelo exercício coletivo de cidadania, “que fica para a posteridade como um enorme exemplo cívico desta comunidade”.

Na nota de imprensa da Câmara da Maia lê-se ainda que “o resultado mostra, uma vez mais, que os cidadãos querem participar na construção do seu futuro coletivo e que o PDM, pela sua abrangência, é o instrumento adequado para acolher esta reflexão”.

A próxima sessão realizar-se-á no dia 21 (quinta-feira), às 21h30, no auditório de Santa Maria de Avioso, na Freguesia da Vila do Castelo da Maia.