,

‘Os anos que abalaram o nosso mundo – Crónicas e Cenas do 25 de Abril’ estreia dia 24 de abril

O Teatro Art’Imagem apresenta a sua 110ª criação – ‘Os anos que abalaram o nosso mundo – Crónicas e Cenas do 25 de Abril’.

A estreia acontece no dia 24 de abril, no Fórum da Maia, às 21h30, com apresentação ainda no dia 25, às 16h00.

O Texto, Dramaturgia e Encenação é da autoria de José Leitão. “Os Anos que Abalaram o (Nosso) Mundo! – Cenas e Crónicas do 25 de Abril” é o segundo espetáculo de um projeto artístico denominado “Identificação do Meu País”, um ciclo que pretende acompanhar a história de Portugal desde 1945 até aos nossos dias, através das memórias vividas do autor do texto e encenador.

“Acorda, acorda, há uma revolução”. É assim que José M. toma conhecimento do movimento militar desencadeado na madrugada do 25 de Abril. A sua resposta, ainda ensonada, parece insólita.

“Deixa-me dormir, pá, não me chateies!”


«Esta peça é uma espécie de diário dos acontecimentos vividos no Porto e no país nos primeiros dias da revolução, memórias contadas por alguém que reúne características de um conjunto de pessoas reais e ficcionais, que viveram intensa e vertiginosamente os dias primeiros que abalaram e transformaram indelevelmente o nosso pequeno mundo», refere a sinopse da peça.

«Recordaremos a cidade do Porto nos primeiros dias de festa e luta com o povo na rua, ajudando a determinar o carácter revolucionário que tomou o levantamento militar, neutralizando as forças que ainda resistiam à mudança.


Histórias dentro da História em efeito matrioska, este espetáculo, sem ignorar protagonistas e factos principais, acrescenta e realça outras narrativas de mulheres e homens anónimos que ajudaram a que um golpe militar deslizasse numa revolução que transfiguraria Portugal», afirma José Leitão.

Depois da estreia na Maia, o Art’Imagem tem ainda em agenda: 27 Abril – Teatro Diogo Bernardes – Ponte de Lima; 3 de Maio – Teatro Aveirense.