Conseco apoia jovens empresas

A Conseco mudou. De Nogueira da Maia para a Avenida D. Manuel II. E não só de espaço físico, mas também apresentando-se agora com um conceito global.

Para além do espaço “mais central” e mais alargado, a empresa de Carlos Pedro e Natália Pedro avançou com o projecto das Start-ups, limitado a clientes da Conseco, tendo em conta que “havia essa lacuna no concelho”. Trata-se de uma espécie de incubadora de empresas, isto é, um apoio no momento do arranque – que se estende por um ano. É disponibilizado o espaço, o mobiliário, os serviços de contabilidade e até o apoio administrativo.

A área das Star-up’s é apenas uma das áreas destas novas instalações, onde “cada departamento tem o seu espaço próprio”. Pelo contrário, em Nogueira, “eram muitos espaços comuns e às vezes as conversas cruzavam-se”, reconheceu Carlos Pedro. Numa visita guiada a cada um dos departamentos – contabilidade, consultoria e projectos, seguros e ainda higiene e segurança no trabalho – a conclusão de Carlos Pedro foi fácil: “Tudo o que uma empresa precisa, nós temos cá”-

A esposa, Natália Pedro, acrescentou os conceitos que regem essa oferta de serviço, ao longo dos 15 anos de existência da Conseco. São eles o rigor, a qualidade e a capacidade de “estarmos sempre a acompanhar o cliente”. É também nesse contexto que se preparam para ajudar os clientes a analisar e preparar eventuais candidaturas a apoios comunitários. Sempre com os 3 Cs da Conseco: Confiança, Competência e Coesão.