,

Jogadores do Pedrouços agrediram adepto do Maia

Não podia ter terminado da pior forma o encontro de sábado entre os juniores do FC Maia e do Pedrouços. As duas equipas defrontaram-se em campo, o Pedrouços perdeu e no final, os jogadores da equipa visitante agrediram um jovem de 23 anos, que foi assistir à partida acompanhado dos pais e do filho de 4 anos, que diz André Cruz, o agredido, está traumatizado.

De acordo com a mãe do jovem, Helena Gonçalves, tudo terá começado com a expulsão de um jogador do conjunto forasteiro. Respondendo aos assobios da bancada, o atleta terá feito gestos impróprios para a bancada, onde estavam os adeptos da equipa da casa. A massa associativa acabou por também mandar alguns insultos ao referido jogador.

André Cruz assume que também foi dos que lançou um insulto. Não foi o único. No entanto, uma jovem saiu do lugar na bancada e dirigiu-se ao jovem com o intuito de lhe bater, conta a mãe. “Parecia um furacão“. E não lhe bateu porque “eu me levantei, meti-me ao meio e não deixei”. Num instante, a jovem desapareceu e Helena Gonçalves já só viu o filho ser agredido por outros adeptos do Pedrouços que “se atiraram ao André”.

Findo o jogo, André Cruz disse à mãe que ia com o filho beber uma água, numa confeitaria nas imediações do estádio. Quando ia a sair, “com o meu menino ao colo, um outro jovem para aí da minha idade disse: ‘É este, é este’ e os jogadores do Pedrouços vieram directos a mim e começaram-me a bater”, conta. “Ouço muitos gritos, vou a correr e só via o meu filho metido, só lhe via a roupa, a camisola branca cheia de sangue, no meio dos jogadores todos”. “Foram os jogadores todos do Pedrouços”, garante a senhora.

O presidente do Pedrouços não nega a agressão dos seus jogadores ao adepto, lamenta o sucedido e não desculpa a atitude dos jovens. Por isso mesmo, tem mantido contacto com a progenitora de André para saber do seu estado de saúde.  Mas segundo Carlos Caseira, a história do lado de fora das bancadas terá sido diferente. Aquilo que lhe contaram foi que o jovem deu um murro a um jogador do Pedrouços. O atleta não se ficou e os outros foram em sua defesa.

(Notícia desenvolvida na edição de hoje do Jornal Primeira Mão)

Isabel Fernandes Moreira

Ouça as declarações de André Cruz _ [audio:andreagredido.mp3]

Ouça as declarações de Carlos Caseira: [audio:caseiraagressao.mp3]