Em 2012, presidente da Câmara da Maia aposta nas pessoas

O presidente da Câmara da Maia assegura que o ano de 2012 terá menos investimento em infra-estruturas e será dada mais atenção às necessidades das pessoas.
O autarca refere que as empresas da Maia “não têm sido muito afectadas pela crise”, mas como o município já construiu quase tudo o que fazia falta, há que acautelar, no próximo ano, que o nível de bem-estar social não se degrade.

Bragança Fernandes sublinhou que “no plano de actividades” teve o “cuidado de parar com o investimento e dar apoio à habitação social, até porque as receitas também estão a diminuir”.
Como a Maia “tem tudo o que precisa, temos que ajudar os mais necessitados, que são os idosos e as crianças, principalmente”, declarou o presidente maiato, fazendo votos de que “o sol brilhe de igual forma para todos”.

Em 2011, a Maia não registou números elevados no desemprego, pelo contrário, “estão abaixo dos registados na Área Metropolitana do Porto e muito abaixo da média nacional”, frisou Bragança Fernandes, adiantando: “já que estamos bem, temos é que, no futuro, manter este nível e fazer com que o barco vá no rumo certo”.
Para concluir, o autarca garantiu que está a tentar concretizar este propósito e acredita que vai conseguir fazê-lo.