,

Público vibrou com os Pequenos Cantores da Maia na Casa da Música


A convite do governador do distrito 1970, do Rotary Club, Joaquim Branco, o Coral Infantil Municipal dos Pequenos Cantores da Maia participou na abertura solene da Convenção do Rotary Internacional, que decorreu no passado dia 15, na Sala Suggia da Casa da Música, no Porto.

Na sua performance artística, os Pequenos Cantores da Maia interpretaram uma versão moderna e arrojada do Hino da Alegria, de L. V. Beethoven, que correspondeu ao pedido expresso de Joaquim Branco, considerando o caráter humanista e internacional da convenção.

Depois de Beethoven em versão contemporânea, os Pequenos Cantores prestaram tributo ao Pináculo da Catedral Notre Dame de Paris, património cultural da Humanidade que sofreu recentemente um rude golpe, interpretando um excerto da banda sonora do filme “O corcunda de Notre Dame”, do compositor Alan Menken, em que foi solista Ana Margarida Rouxinol.

A encerrar a sua prestação artística, que teve honras de abertura, os pequenos artistas maiatos presentearam o público com uma travessia musical que passou em revista os últimos 40 anos da Música Pop & Rock nacional, numa performance em que foram solistas, Ana Matilde Quintas, Aida Dias, Susana Soares e Ana Margarida Rouxinol, sempre sob a direção artística de Ana Lídia Rouxinol, a quem o governador Joaquim Branco obsequiou com um objeto emblemático do evento, que ficará no palmarés do Coral Infantil Municipal da Maia a assinalar este momento memorável da sua carreira.

Em declarações à imprensa, ainda na Casa da Música, o diretor artístico, Maestro Vítor Dias, sublinhou: “…nesta temporada 2018-2019 tivemos uma intensa atividade musical, cultural e social, representando o município da Maia em diversos eventos e fóruns, com excelentes momentos de televisão e várias estreias, pelo que esta atuação que acabamos de ter aqui na Casa da Música, dada a enorme responsabilidade que significava para nós, foi uma extraordinária forma de, com chave de ouro, encerrarmos a temporada”.

E terminou salientando, “foi um público de grande qualidade e exigência que não nos regateou o seu aplauso…”

O programa apresentado pelos Pequenos Cantores foi crescendo em intensidade musical e dinâmica expressiva, a que o público correspondeu com entusiásticas e demoradas ovações.