,

José Costa aprende informática quase aos 90 anos

José Santos Costa completa este ano 90 primaveras e não desiste de se atualizar. Está a frequentar aulas de informática, num curso promovido pela Associação de Antigos Alunos da Escola Primária de Pedras Rubras (AEPPR).

José Costa já vai na quinta aula de Informática para seniores. Frequenta as aulas nas tardes de quartas e sextas-feiras, na antiga escola primária da sua terra. Um espaço recentemente remodelado, do velho e decrépito edifício, fez-se um novo espaço de memória e aprendizagem voltada para o futuro.

O senhor José, antigo jogador de futebol do Pedras Rubras, tenta agora perceber o que é aquela máquina, o computador, que existe lá em casa, mas para uso dos mais novos. Agora, está a dar os primeiros passos, porque diz ser uma pessoa curiosa e que gosta de saber daquilo que os outros falam, para poder dar também a sua opinião devidamente informada e fundamentada.


“Como tudo na vida, a gente experimenta para ver se é capaz de avançar um pouco e atualizar-se, tal como os jovens. Gosto de conhecer as coisas para saber avaliar o que elas significam e verificar no que elas nos podem beneficiar e atualizar”, referiu José Costa.


Em casa, os mais novos usam o computador, mas nunca lhes pediu ajuda, porque “não gosto de incomodar e lhes roubar o seu tempo”, referiu José Costa, afinal “ainda estou capaz de muita coisa, como tal, ainda trato dos meus assuntos todos, por isso, se puder obter conhecimentos para poder avaliar aquilo que todos fazem e dizem, prefiro avaliar por mim próprio se as informações que me transmitem são verdadeiras ou não”.


Quanto à dificuldade das aulas, este sénior admite que se tornam um pouco difíceis, porque “já não tenho a visão nem a audição de outros tempos, da minha juventude…”


Fomos encontrá-lo na quarta aula, pelo que refere José Costa, “ainda não aprendi quase nada, porque estamos a dar os primeiros passos, as primeiras noções, tenho que aprender os símbolos, saber o que significam, e são muitos…e também é preciso conhecer melhor a máquina para depois avançar no resto”.


Será que vai aprender a navegar na internet? A esta questão José Costa revela que tem muitos receios, mesmo que aprenda a trabalhar “com isso da internet”: “mesmo que isso venha a acontecer, mesmo depois de adquirir alguns conhecimentos, tenho muito receio, porque estas máquinas, apesar de serem muito úteis, também são muito perigosas.

É preciso ter muitos conhecimentos para a pessoa se saber defender das coisas perigosas…”


José Costa teme poder vir a “tocar nalguma tecla errada” e isso poder ter consequências nefastas na sua vida e nas suas questões financeiras…

Este aluno de informática gosta de se manter informado sobre a atualidade, lê jornais e vê noticiários e debates na televisão e, provavelmente, dará uso ao computador e à internet também para fins informativos.


A antiga escola primária, onde se realizam estas aulas de informática promovidas pela AEPPR, é um “ponto de reunião”, que já tinha visitado duas vezes para iniciativas culturais, diz José Costa, que considera a remodelação do espaço “muito útil”.