,

Maia contraria a tendência de perda de população a nível nacional

Pessoas na cidade

O crescimento da população da Maia tem sido uma realidade, ao contrário da tendência registada no país e no Norte entre os anos 2011 e 2018.

Neste período de tempo, o país perdeu 265.781 habitantes, enquanto o Norte perdeu 114.641 elementos da sua população. O concelho da Maia regista entre 2011 e 2018 um saldo positivo de 1790 habitantes.

Apenas 34 concelhos registaram um aumento no seu número de habitantes, sendo a Maia o 12º concelho com maior ganho em todo o país e o segundo no Norte.

Maior crescimento em 2017 e 2018

Já no período de 2107 e 2018 houve um abrandamento no ritmo de perda de habitantes no país e na zona Norte, mas na Área Metropolitana do Porto (AMP) a tendência inverteu-se e o saldo foi positivo no número de habitantes: 2672. Na Maia o saldo positivo foi de 958. Assim, a Maia representa 35,8% do crescimento total da Área Metropolitana do Porto.

A Maia ocupa a sétima posição dos concelhos com maior ganho populacional em todo o país, sendo o concelho com maior crescimento em todo o Norte. Dos 49 concelhos que integram a lista, 15 encontram-se no Norte e, destes, apenas Braga, Esposende, Vizela, Vila Nova de Cerveira e Paços de Ferreira não integram a AMP.

Confirma-se a tendência de concentração populacional nos polos mais atrativos e junto ao litoral.

Ainda no período de análise mais alargado (2011 a 2018), a Maia encontra-se entre os concelhos com maior número de habitantes, nomeadamente no grupo de municípios com mais de 100 mil habitantes. Neste contexto, a Maia ocupa a 18ª posição a nível nacional, a oitava no Norte e a sexta posição na AMP.

Já no que respeita à densidade populacional, isto é, o número de habitantes por quilómetro quadrado, a Maia é o 13º concelho com maior densidade a nível nacional e ocupa o 5º lugar no Norte, com 1660,56 habitantes/km2.

Mais mulheres do que homens na AMP

E seguindo a tendência de todos os concelhos da AMP, também a população maiata é constituída por mais mulheres do que homens. A Maia tem uma percentagem de 52,79% de mulheres, sendo o valor mais alto o do Porto com 55,09%.

Dos 17 municípios da AMP, 10 registaram um crescimento de população no período entre 2017 e 2018, com a Maia a liderar (com 958), seguindo-se o Porto (697), Valongo (662), Matosinhos (629), S. João da Madeira (180), Vila do Conde (161), Póvoa de Varzim (134), Vila Nova de Gaia (118), Trofa (47) e Gondomar (5).