,

Presidente da Câmara anuncia que vai recorrer de «processo kafkiano»

O presidente da Câmara da Maia afirma, em comunicado, após a decisão do recurso que tinha interposto e que determinou perda de mandato, que se trata de um «processo kafkiano e uma decisão absolutamente injusta e desproporcionada».

O presidente Silva Tiago e o Vereador Mário Neves vão recorrer da decisão do Tribunal Central Administrativo do Norte que confirmou a decisão da primeira instância.

Em comunicado emitido pelo gabinete de imprensa da Câmara, o presidente adianta que os dois elementos do executivo vão «até às últimas instâncias para defender o nosso bom nome».