,

Sábado (21) e Domingo (22) são dias sem carros no centro da Cidade da Maia

O município juntou-se mais uma vez à Semana Europeia da Mobilidade e este ano aproveita o fim de semana para encerrar a ação de sensibilização cortando o trânsito na zona envolvente da Câmara Municipal da Maia.
O tráfego é cortado na zona compreendida entre a Praça Doutor José Vieira de Carvalho e as ruas Engº Duarte Pacheco, Augusto Simões e o troço final da Avenida D. Manuel II.

O presidente do executivo maiato, António Silva Tiago, sublinha que era de resto esta a ideia de base do projetista da Praça Dr. José Vieira de Carvalho. Confessa que é também o seu sonho dedicar esta área apenas às pessoas. “A minha visão é que a Praça Dr. José Vieira de Carvalho, daqui a algum tempo, não se daqui a um, dois ou três anos, quando for possível, há-de ser um espaço só para as pessoas em que os carros não passem lá. No fundo, isso já tinha sido pretendido pelo projetista desta Praça, o Arquiteto Souto Moura”.

Silva Tiago sublinhou que esta medida não deve ser imposta às pessoas, estas é que “nos vão convidar a fazer isso, porque é isso que elas querem e, por esse motivo, este corte de tráfego no centro da cidade é uma das grandes marcas da Semana da Mobilidade”.

Ao longo da semana decorreram diversas ações para a Semana Europeia da Mobilidade. Iniciativas amigas do ambiente, que o autarca maiato lembra que, há muito, vão sendo feitas no concelho: “já há uma data de anos”.

A Maia tem vindo, aos poucos e cada vez mais a aperfeiçoar esta política, a apurá-la, pois, frisou o autarca, “tenho a noção exata de que o futuro passa por esta área de intervenção diária, pela visão da sustentabilidade da mobilidade: vamos cada vez mais usar viaturas amigáveis, elétricas ou a hidrogénio, vamos cada vez mais ser convidados a andar a pé e a criar espaço público com maior proporção, porque o mundo e o futuro assim nos obriga, porque as condições climáticas assim nos impõem”.