,

Semana da Mobilidade marcada por cidade sem carros

O município juntou-se mais uma vez à Semana Europeia da Mobilidade e este ano aproveitou o fim de semana (21 e 22 de setembro) para encerrar a ação de sensibilização, cortando o trânsito na zona envolvente da Câmara Municipal da Maia.

O tráfego foi cortado na zona compreendida entre a Praça Doutor José Vieira de Carvalho e as ruas Engº Duarte Pacheco, Augusto Simões e o troço final da Avenida D. Manuel II.

O presidente do executivo maiato, António Silva Tiago, sublinhou em entrevista ao jornal Primeira Mão que era, de resto, esta a ideia de base do projetista da Praça Dr. José Vieira de Carvalho. Confessa que é também o seu sonho dedicar esta área apenas às pessoas. “A minha visão é que a Praça Dr. José Vieira de Carvalho, daqui a algum tempo, não se daqui a um, dois ou três anos, quando for possível, há-de ser um espaço só para as pessoas em que os carros não passem lá. No fundo, isso já tinha sido pretendido pelo projetista desta Praça, o Arquiteto Souto Moura”.

Silva Tiago sublinhou que esta medida não deve ser imposta às pessoas, estas é que “nos vão convidar a fazer isso, porque é isso que elas querem e, por esse motivo, este corte de tráfego no centro da cidade é uma das grandes marcas da Semana da Mobilidade”.

Ambiente é uma prioridade na Maia “há uma data de anos”

Ao longo da semana decorreram diversas ações para a Semana Europeia da Mobilidade. Iniciativas amigas do ambiente, que o autarca maiato lembra que, há muito, vão sendo feitas no concelho: “já há uma data de anos”.

A Maia tem vindo, aos poucos e cada vez mais a aperfeiçoar esta política, a apurá-la, pois, frisou o autarca, “tenho a noção exata de que o futuro passa por esta área de intervenção diária, pela visão da sustentabilidade da mobilidade: vamos cada vez mais usar viaturas amigáveis, elétricas ou a hidrogénio, vamos cada vez mais ser convidados a andar a pé e a criar espaço público com maior proporção, porque o mundo e o futuro assim nos obriga, porque as condições climáticas assim nos impõem”.

Silva Tiago diz que a Maia tem sido pioneira neste campo e não são estes “novos partidos que nos vêm dar lições de moral”.

Polícia Municipal da Maia com bicicletas elétricas para patrulhamento

 
A Polícia Municipal da Maia recebeu no início da Semana Europeia da Mobilidade, seis bicicletas elétricas para patrulhamento de proximidade. A entrega por parte do presidente da Câmara foi feita no início do programa de atividades.

As bicicletas elétricas agora entregues são todo o terreno e permitem aos agentes da Polícia Municipal da Maia terem uma presença mais eficaz junto da população e alargarem a sua área de patrulhamento.

Na cerimónia de entrega dos novos veículos, o presidente da Câmara Municipal da Maia salientou que a cidade está “na linha da frente da promoção da mobilidade sustentável”.

“Vamos cobrir mais território e fazê-lo com melhor qualidade”

Romana Abreu, comandante daquela força, afirmou que “as bicicletas elétricas vão-nos permitir reforçar o policiamento de proximidade no centro da cidade, no eco caminho e nos parques, e alargar o ciclo patrulhamento elétrico à Zona Industrial. Vamos cobrir mais território e fazê-lo com melhor qualidade”.

O presidente da Câmara da Maia aproveitou ainda para frisar “o compromisso da Polícia Municipal para com a segurança dos maiatos e com a estratégia do município de combate às alterações climáticas”. “É necessário pensar globalmente, mas agir localmente. É isso que fazemos na Maia todos os dias e por isso estamos na linha da frente desta luta”.

Sob o lema “Caminha Connosco”, começou assim o programa de atividades da Semana Europeia da Mobilidade. A Praça Doutor José Vieira de Carvalho foi o centro a partir do qual tudo se desenrolou. Aí, durante toda a semana foi possível a população integrar várias atividades, assistir à exposição digital “adaptação às alterações climáticas”, imergir na realidade virtual ou visitar o espaço de divulgação de iniciativas de mobilidade sustentável.

A Semana Europeia da Mobilidade marcou ainda o início da realização de inquéritos de monitorização dos padrões de mobilidade da população residente no concelho.

Orlando Leal em 1º lugar no pódio dos ciclotrabalhadores da Câmara

Ainda no âmbito desta atividade, o município voltou a premiar os ciclotrabalhadores mais assíduos. A exemplo de edições anteriores, Orlando Leal, conquistou o 1º lugar do pódio. O presidente da Câmara entregou pessoalmente aos funcionários da autarquia o certificado do seu empenho em fazer a deslocação para o trabalho em bicicleta.