,

Apresentado publicamente Centro de Investigação do ICBAS na Maia

A cerimónia de apresentação pública do Centro de Saúde Humana e Animal, do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar, realizou-se ontem, dia 22, no Salão Nobre da Câmara Municipal da Maia.

O Centro de Saúde Humana e Animal é o primeiro do país com vocação no âmbito da saúde global. Para Henrique Cyrne de Carvalho, diretor do Instituto de Ciências Biomédicas Abel Salazar, “os objetivos essenciais são destinados à investigação humana e animal, incluída num conceito de saúde global, que é um conceito transversal àquilo que é a saúde do ecossistema. Não é só a saúde dos animais, não é só humana, é da vida dos oceanos, da bio-sustentabilidade”.

O novo Centro de Saúde Humana e Animal vai ser instalado em Moreira, num terreno de 4 hectares cedido pela Câmara Municipal da Maia. António Silva Tiago, presidente da autarquia, referiu na cerimónia que o valor do investimento da Câmara é de 3 milhões de euros e que irá ainda apoiar o projeto com a isenção das taxas inerentes ao licenciamento da empreitada.

Para o autarca está em causa “a junção de esforços, prestígio e saberes do ICBAS e da Universidade do Porto e as condições ímpares do município da Maia em termos de localização estratégica, infraestruturas de comunicação e mobilidade, bem como recursos humanos altamente qualificados, fazem com que este projeto esteja destinado ao sucesso, do qual todos colheremos frutos”.

O presidente da Câmara da Maia, Silva Tiago, adiantou ainda que espera que o projeto para este Centro de Investigação dê entrada na Câmara a breve prazo para ficar concluído num espaço de dois anos.

O presidente da Junta de Moreira referiu à reportagem do Maia Primeira Mão que é uma mais valia para a freguesia.

Carlos Moreira, presidente da Junta de Freguesia de Moreira da Maia, explica que as novas vias criadas para os acessos ao Centro de Saúde Humana e Animal vão beneficiar todo o fluxo de trânsito das vias municipais.