Abre-se o pano a mais um Festival Teatro Cómico da Maia

0
191


A partir de hoje e até ao dia 16 de Outubro, sobe ao palco, na Maia, mais uma edição, a 17ª, do Festival Internacional de Teatro Cómico, uma organização do pelouro da Cultura da Câmara da Maia, em articulação com o Teatro Art’Imagem. A abertura do festival está a cargo da Companhia do Chapitô, com a peça “Cemitério dos Prazeres”, que sobe ao palco do Grande Auditório, esta sexta-feira, dia 7, às 22h30.

“Num ambiente cómico, horripilante, estranho e macabro, estas personagens grotescas e sinistras deambulam numa paisagem sem alma em busca do cheiro do prazer. Reunidas pelo destino neste submundo cruel e intemporal, estas criaturas executam a sua perpétua rotina, enquanto se contorcem em formas de êxtase e tormento. Mas, mesmo dentro deste sítio bizarro e inquietante, há sempre um sentido da realidade que consegue emergir, desvendando assim, a comédia e a tragédia da condição humana neste Cemitério dos Prazeres.

Antes disso, a partir das 21h30, e durante 50 minutos, no Anfiteatro Exterior do Fórum da Maia a companhia Cia Forrobodó, do Brasil, com a peça “O Pavão Misterioso”, faz o acolhimento. Trata-se de um texto baseado na novela de cordel “O Romance do Pavão Misterioso”, obra-prima de José Camelo de Melo Resende, um dos maiores expoentes da literatura de cordel.

A peça narra a saga de Evangelista, um jovem corajoso que se apaixona pela condessa da Grécia – a bela Creuza – filha de um conde que a mantém aprisionada num quarto no sótão. Cruel, o conde permite que a sua filha apareça uma única vez por ano para ser admirada pela população. Sabendo disso, Evangelista lança-se na aventura de conquistar a condessa e, nesse meio tempo, encontra um cientista que o ajuda a construir um misterioso invento: um aeroplano em forma de pavão. Entre perseguições e duelos, o jovem conquista Creusa e os quatro fogem pelos ares, a bordo do pavão ou do cavalo do espaço que imita um avião.

Durante 10 dias vão passar pelo Fórum da Maia, 24 companhias, nove das quais são estrangeiras vindas da Galiza, Burgos e País Basco em Espanha, Áustria, Itália, Venezuela e Brasil. Às estrangeiras ainda se juntam 14 companhias nacionais, entre elas a Companhia do Chapitô, Jangada Teatro, D’Orfeu e Entretanto Teatro, para apresentarem 38 espectáculos.
A organização estima que durante os dez dias do festival passem pelo fórum da Maia cerca de 12 mil espectadores. Mário Nuno Neves acredita que o público está já fidelizado e que tem permitido que o festival seja, do ponto de vista de lotações, um sucesso”.

Isabel Fernandes Moreira

Programa

Dia 7 – sexta-feira
21H30
50m
Anfiteatro Exterior do Fórum da Maia
CIA FORROBODÓ | BRASIL
O Pavão Misterioso

22H30
M/12 | 60m
Grande Auditório do Fórum da Maia
COMPANHIA DO CHAPITÔ | PORTUGAL
Cemitério dos Prazeres

Dia 8 – Sábado

16H00
M/4 | 60m
Café-Teatro do Fórum da Maia
COMPANHIA DO ELEFANTE ELEGANTE | GALIZA, ESPANHA
Tristan

17H30 e 21H00
20m
Exterior do Fórum da Maia
ANIMAÇÃO TEATRAL DE RUA*
Olá!

21H30
M/12 | 120m
Grande Auditório do Fórum da Maia
NÓS MESMOS | PORTUGAL
Assim Também Eu

23H30
M/16 | 60m
Café-Teatro do Fórum da Maia
O NARIZ – TEATRO DE GRUPO | PORTUGAL
Sopa de Massa

Dia 9 – Domingo

16H00
M/6 | 50m
Café-Teatro do Fórum da Maia
CIA FORROBODÓ | BRASIL
O Pavão Misterioso

17H30 e 21H00
20m
Exterior do Fórum da Maia
ANIMAÇÃO TEATRAL DE RUA*
Oi!

21H30
M/12 | 75m
Grande Auditório do Fórum da Maia
VERENA VONDRAK | ÁUSTRIA
Donna Quichotte

23H30 M/12 | 60m
Café-Teatro do Fórum da Maia
URZE TEATRO | PORTUGAL
O Senhor é um Urso