Primavera leva maiatos à escola

0
183

A Escola EB 1 da Maia terá no dia 02 de Abril um sábado diferente do habitual. Ao contrário dos restantes fins-de-semana, as portas vão estar abertas e o espaço promete estar movimentado. Não só por alunos e professores das escolas EB 1 da Maia e Estação, mas também pais. Estes são os principais destinatários da Festa da Primavera, que terá neste segundo dia de Abril a segunda edição, a partir das 14h30.

Organizada pela Associação de Pais e Encarregados de Educação das Escolas EB 1 e Jardim de Infância da Freguesia da Maia, com a colaboração dos professores do 4º ano de escolaridade das duas escolas, a iniciativa consiste num programa de animação diversificado, onde não faltam a música nem as exibições de dança ou ginástica. O Grupo de Cantares “As Abelhas das Terras da Maia” é o primeiro a subir ao palco, assim que forem 15h00. Depois, dão lugar a Pedro Branco, para apresentar musicalmente o livro de poesia intitulado “Pequenas histórias de meninos e outras malandrices”.

Seguem-se, no programa, as exibições de diversas classes de ginástica, de capoeira e de dança de dois ginásios da Maia e ainda uma exibição de taekwondo. Quando forem 18h30, regressa à música, com a banda PaperHead. Pelo mesmo palco passará ainda a banda vencedora do Maiact Garage Sessions 2010, Original Vibes, com actuação prevista para as 20h00. Mas não ficam por aqui os espectáculos. Haverá ainda as actuações de José Malhoa e de Tozé Santos, vocalista dos Per7ume, com um showcase acústico marcado para as 22h00.

Tudo isto deverá contribuir para repetir o sucesso do ano passado, recorda o presidente da direcção da associação, Henrique Carrola:

[audio:28marco_CARROLA_PRIMAVERA.mp3]

E assim, acrescenta Henrique Carrola, este momento de convívio “é sempre uma forma das pessoas se poderem encontrar”, tendo como mote esta Festa da Primavera feita pela “prata da casa”, contribuindo a organização para mostrar “aquilo que a Maia tem e que faz bem”.

Além do envolvimento de toda a comunidade escolar, a Festa da Primavera será uma ajuda para as turmas do 4º ano de escolaridade, num universo de cerca de 140 alunos. Ao venderem produtos feitos por eles próprios, poderão angariar algum dinheiro para a viagem de final de ano, que será a um parque da Póvoa de Lanhoso. Se correr como a primeira edição, os pais não terão que despender qualquer quantia.

Independentemente do dinheiro que possam conseguir para essa viagem, os alunos terão ao longo do dia de sábado oportunidade de participarem em workshops de pintura e, ao mesmo tempo, “de contactarem com outro tipo de realidades e de experiências”. Conclui Henrique Carrola que “é sempre uma forma de enriquecerem um pouco mais a sua vida e a sua aprendizagem”.

Marta Costa