Festival de Cinema e Fotografia nasce na Maia

0
122

A Linguagem Portuguesa como Meio Artístico é o tema do recém criado Festival Nau, que decorre entre hoje e domingo, na Casa do Alto, em Pedrouços.
Este Festival de Cinema e Fotografia Jovem foi criado por Gustavo Santos, José Magro, André Guiomar e Manuel Mendes, alunos do curso de som e imagem da Escola de Belas Artes da Universidade Católica.

O director do Festival, Gustavo Santos, afirma que o objectivo do evento é aproximar os jovens da cultura portuguesa: “O Festival tem duas temáticas que são a juventude e a língua portuguesa. Aquilo que pretendemos é chamar os jovens numa perspectiva de os aproximar à nossa língua. No espaço actual, em que a globalização é cada vez mais forte em todo o planeta, achamos que seria importante começar a transmitir outros valores e a tentar mostrar às pessoas que todo a nossa cultura e o nosso passado é interessante que devemos agarra mais do que aquilo que os outros nos querem impor”.

Os fotógrafos Inês D’Orey e Carlos Lobo, bem como o vereador da Câmara da Maia, Hernâni Ribeiro, serão os elementos do júri que irão atribuir os Prémios Revelação, que distingue uma criação jovem de entre a globalidade das obras apresentadas, e o Sub-18, destinado à melhor curta-metragem ou fotografia de autor com 18 anos ou menos.
A iniciativa é de entrada livre e inclui sessões competitivas de vídeo e fotografia, palestras de elementos do júri, retrospectivas de cinema de língua portuguesa e concertos.

André Cordeiro