Holocausto ilustrado na Biblioteca da Maia através de visita ao seu espólio da Grande Guerra

0
236
- Publicidade -

No dia 27 de janeiro assinala-se o Dia Internacional das Vítimas do Holocausto e a Biblioteca Municipal da Maia tem patente uma exposição com o seu espólio sobre este período mais negro da história europeia e mundial, sob o domínio nazi.

A mostra intitulada “Holocausto” está patente de 8 a 27 de janeiro na Biblioteca Municipal Doutor José Vieira de Carvalho e tem entrada livre.

Através deste espólio da Biblioteca da Maia são revelados episódios da época do domínio nazi. Cerca de 6 milhões de pessoas, na sua maioria judeus, foram assassinadas naquele que foi talvez o maior genocídio do século XX. Ficou conhecido por Holocausto, sendo um programa sistemático de extermínio étnico, levado a cabo pelo regime liderado por Adolf Hitler.

Esta mostra é uma forma de trazer à memória um passado que nunca deve ser esquecido para a sensibilização em nome da tolerância, solidariedade e humanidade, fazendo, em particular, homenagem às vítimas da guerra.

Assim, se visitar a exposição terá oportunidade para aceder a jornais da época, absorvendo o dia a dia informativo daquilo que era a II Guerra Mundial e domínio nazi, entre fotografias, vídeos e livros sobre o tema.

No dia 27 é evocada a ocasião em que no mesmo dia 27 de janeiro, mas de 1945, os aliados libertaram o campo de concentração Auschwitz-Bikernau, conhecido por ser um símbolo da bárbarie cometida naqueles espaços espalhados pelo III Reich. A data é assinalada por intermédio de resolução da Assembleia Geral das Nações Unidas, a 1 de novembro de 2005.

A Biblioteca da Maia permite que sejam marcadas visitas guiadas, de forma gratuita, pelo Professor Maia Marques, nos seguintes horários: às segundas das 18h00 às 23h00; De terça a sexta, das 09h30 às 23h00; sábado entre as 9h30 e as 22h30.

- Publicidade -