MALGA uma ponte entre a tradição e a inovação à mesa da Maia

0
237
foto CMM
- Publicidade -

Desde o final do ano 2020 até ao momento, a Maia tem sido palco da evocação das tradições rurais à mesa, num programa que procurará elevar os produtos e produtores do município à condição de baluartes da gastronomia.

No âmbito deste projeto, tem lugar esta sexta-feira a apresentação online de um livro de viagens, sendo que no dia 24 de março teve lugar um momento destinado a bebidas inspiradas em produtos locais.

Trata-se de um programa de promoção de saberes e sabores do concelho, designado Malga, que se tem vindo a desenvolver em quatro etapas: começar (Pequeno-almoço); provar (almoço), piquenicar (piquenique rural) e bebericar (dedicado às bebidas).

Tem havido um misto de eventos presenciais e online, com a produção de conteúdos para promoção da gastronomia maiata nas redes e demais veículos digitais, sempre em respeito pelas regras de confinamento.

Tendo como objetivo ajudar a estruturar o produto turístico da Maia, evidenciando as suas valências e singularidades diferenciadoras, que se impõe serem experimentadas e difundidas, o município e da Associação Litoral Rural com o apoio da Cooperativa Agrícola da Maia realizam um programa de valorização dos recursos endógenos, designado MALGA – Saberes e Sabores da Maia.

Centrado nos produtos hortícolas, frutícolas, laticínios, flores comestíveis, ervas aromáticas e condimentares, aves e outras carnes, ovos, vinho, o MALGA procura evidenciar o potencial gastronómico destes produtos, através da ação e participação de reconhecidos chefs, bartenders, que partirão de um cabaz local de produtos para a apresentação de propostas criativas e inovadoras, transformando os produtos em verdadeiras iguarias.

Caldos, sopas, cremes, saladas, pastas, compotas, doces, águas aromatizadas, batidos, sumos naturais serão apresentados em lugares de tradição e trabalho das terras da Maia, como a Quinta da Gruta, o Restaurante da Quinta da Camposa, o Parque de Avioso, ou a Rustic House.

O MALGA contemplou quatro datas, quatro autores, quatro momentos.

O programa começou no dia 14 de janeiro, pelas 9h30, com o momento COMEÇAR. Foi criado o ambiente de preparação de um pequeno almoço com a mestria da Chef Teresa Mendes, docente na Escola Superior de Hotelaria e Turismo, especialista em Arte, Cultura e Alimentação e bolseira de investigação na área de Turismo Sustentável, autora de inúmeras recriações histórico gastronómicas e dinamizadora do projeto T Cooks, um projeto educativo de exploração e partilha de novos equilíbrios e novas formas de pensar os alimentos, onde os índices de satisfação estão a par com os de uma alimentação saudável, sustentável e inclusiva.

Entretanto, aconteceu o momento PROVAR, com a preparação de três sopas, cremes ou caldos, de nabos, abóbora e nabiças, com uma fritada de cogumelos e nabiças e uma tigelada, acompanhados de uma água aromatizada com ervas e citrinos, dinamizado pela Chef Lígia Santos, a primeira Master Chef portuguesa, responsável pelo Club Master Cook, autora de inúmeros trabalhos de criação de menus e desenvolvimento de ofertas gastronómicas locais.

A Chef Lígia preparou ainda o momento PIQUENICAR, no Parque de Avioso, sob a inspiração de um lanche campestre, preparando uns folhados de frango do campo, uma quiche de cogumelos e cebola, uma tosta rústica com queijo fresco, uma sanduíche de pão doce, uma salada de rosbife com mostarda e mel, lidadores e um sumo de laranja, cenoura e gengibre.

O momento BEBERICAR, que decorreu no dia 24 na Rustic House de S. Pedro Fins, foi dinamizado pelo bartender Mário Valério, reconhecido e experiente especialista em bebidas e cocktails, em parceria com a Chef Lígia Santos.

Os dois prepararam um Informal Drink de fim de tarde, apenas com produtos das terras da Maia. Descatacam-se a sangria do campo, os cocktails da terra, um cremoso de mel e mirtilo, a água aromatizada, os sumos da horta, acompanhados de umas tostas de pão doce com ovos e presunto, um torricado com compota de cebola e cogumelos, uma bola de carne do campo, uma salada fresca com flores comestíveis e uma espetada de rabanada com morangos e mirtilos.

Workshops, bloggers e gastrónomos

O programa gastronómico tem, para além dos quatro Momentos apontados, a presença de gastrónomos, críticos, que acompanham os processos criativos de transformação, testemunham e produzem conteúdos de apoio à valorização dos produtos endógenos, e uma componente de sensibilização, mediante a aposta em três ações de facilitação, online, em Escrita para Web, Fotografia Digital e Fotografia Emocional, destinada aos agentes locais, produtores, profissionais de restauração e turismo, entre outros.

Esta sexta-feira, dia 26 de março terá lugar a apresentação da obra “Viagens de Uma Vida – 25 Bloggers de Viagem Portugueses”, com a presença da Editora, do presidente e vice-presidente da ABVP, Filipe Morato Gomes e Rui Barbosa Batista e dos bloggers maiatos, colaboradores da obra, Ricardo Mendes e Vera Duarte.

- Publicidade -