Matosinhos: ministra da cultura visitou Casa da Arquitetura

0
174
Fonte: CM-Matosinhos
- Publicidade -

A exposição “Radar Veneza – Arquitetos Portugueses na Bienal 1975-2021″, com curadoria de Joaquim Moreno e Alexandra Areia, já se encontra na Casa da Arquitetura até dia 10 de outubro. A mostra propõe uma viagem reflexiva sobre a participação portuguesa ao longo dos 46 anos da representação nacional em Veneza, desde 1975 até aos dias de hoje.

A Ministra da Cultura, Graça Fonseca, e o diretor-geral das Artes, Américo Rodrigues, visitaram a exposição, tendo também marcado presença a presidente da câmara de Matosinhos, Luísa Salgueiro, o vice-presidente, Fernando Rocha, o presidente da comissão executiva da Casa da Arquitetura (CA) , José Manuel Dias da Fonseca, o diretor executivo, Nuno Sampaio, entre outras entidades.

“Radar Veneza – Arquitetos Portugueses na Bienal 1975-2021” resulta da parceria entre o Estado português e a Casa da Arquitetura, enquanto Centro Português de Arquitetura. Ela concretiza-se em torno do depósito no Arquivo da Casa do acervo das representações nacionais desde a sua estreia em Veneza até aos dias de hoje, avançando para o futuro.

Deste modo, a exposição propõe, através da mostra e do catálogo, uma análise crítica das muitas formas como o Portugal democrático expôs e se expôs lá fora. A multiplicidade de leituras possíveis esteve na base do desafio lançado pela Casa da Arquitetura aos curadores Joaquim Moreno e Alexandra Areia, a quem coube organizar esta viagem sobre décadas de presença portuguesa em Veneza e desenhar o retrato dos protagonistas dessas representações.

A exposição vem acompanhada de um programa paralelo de atividades, debates e visitas de especialistas que compõe este triângulo de mostra e catálogo e que vai permitir lançar pistas sobre o modo como o Portugal futuro se quer apresentar na área da arquitetura.

- Publicidade -