O cinema vai andar pelas freguesias da Maia

0
201

Durante este mês de Setembro, o cinema vai sair às ruas do concelho da Maia. E com o cinema vão andar também a música, a dança e outras manifestações artísticas. Será fora do centro, nas freguesias de Vermoim, Aguas Santas, Vila Nova da Telha, Barca e S. Pedro Fins.

A organização é da associação 7 Devaneios e conta com a colaboração do Cineclube da Maia.
De acordo com uma nota de imprensa da associação, o ciclo cinema pretende aliar o tradicional e o contemporâneo numa programação cinematográfica clássica “que procura, essencialmente, criar um sentimento de pertença na população para com a sua terra e património”.

Sexta, às 21h30, na Casa do Povo de Vermoim, pode assistir ao filme “Trinitá – Cowboy Insolente”, de Enzo Barboni, 1971. O espectáculo de abertura é que ainda está por definir.
Sábado, “Aniki bóbó”, de Manoel de Oliveira, 1942, vai estar em exibição na Junta de Freguesia de Vila Nova da Telha, às 21h30. Antes da projecção, está prevista a performance: “Mundibaile”.

Na sexta-feira, 17 de Setembro, é a vez da Junta de Freguesia de S. Pedro Fins projectar o filme de 1936 “The Modern Times” de Charlie Chaplin. No sábado, 18 de Setembro, na Junta de Freguesia de Barca, pode assistir ao filme “Sonhar é Fácil” de Perdigão Queiroga, 1951.
A projecção cinematográfica termina no dia 19 de Setembro, domingo, às 16h30, na Junta de Freguesia de Pedrouços, com o filme “Maxi Incidente” de Jacque Tati, 1971. O espectáculo de encerramento e com cantares tradicionais, a cargo do Grupo de Maçadeiras do Orfeão Universitário do Porto.