“Os Dois Contadores de Histórias”

0
197
foto cedida por Art'Imagem
- Publicidade -

No próximo sábado, dia 8 de maio, às 11h00, o Auditório da Quinta da Caverneira, em Águas Santas, irá receber apeça de teatro “Os Dois Contadores de Histórias” pela Pé de Vento.

Indicada para audiências a partir dos 6 anos de idade, e com duração de 60 minutos, esta peça pretende proporcionar uma “viagem” entre várias perspetivas e formas de interpretação.

Dando continuidade aos espetáculos que se centram na figura do “contador de histórias”, inspirada em textos de autores como Álvaro Magalhães ou Manuel António Pina, cabe agora a vez da sua apresentação a partir de um texto de Gonçalo M. Tavares. Texto este, que resultou de uma encomenda ao autor feita em 2016, mas que, por razões de programação, só agora é possível levar à cena.

O espaço cénico escolhido é um sótão, local propício à expansão da imaginação e do sonho, a que acede o “contador”, a atriz Joana Teixeira. É o contacto com os objetos dispersos que lá se encontram que ativa a narração das história fazendo-nos lembrar que “as palavras são como as cerejas”.

Como já é comum noutros textos de Gonçalo M. Tavares, estamos perante duas vozes que não só se completam, como são em si próprias o espelho uma da outra. Espelho esse que, como imagem invertida, vai introduzindo comentários, por vezes irónicos, no interior da narração. Estamos perante uma só personagem que se desdobra e se divide em duas vozes, em duas perspetivas distintas.

Cada uma das sete narrativas que compõem o espetáculo têm por base um conto tradicional, convocando-o no início, como se fôssemos ouvir o conto original. Mas o autor introduz de imediato um desvio, criando no seu interior uma micro-narrativa que, nuns casos, torna o final numa incógnita, e noutros acaba por diferi-lo. Em qualquer opção, ficam em aberto várias leituras. Cabe a cada espetador fazer a sua.

Texto: Gonçalo M. Tavares; Encenação e Espaço cénico: João Luiz
Dramaturgia: Maria João Reynaud; Figurino e Adereços: Susanne Rösler; Música original: Pedro Junqueira Maia;

Interpretação: Joana Teixeira; Construção e Montagem: Rui Azevedo; Imagem: Pedro Pires; Divulgação: Joana Gonçalves; Desenho de luz e operação: Rui Azevedo.

BILHETEIRA

5,00€ Normal

3,00€ Estudantes, Crianças menos de 6 anos, M/65, Profissionais das Artes Cénicas, Desempregados e sócios do Sindicato dos Bancários do Norte.

Horário: 45 minutos antes do início de cada espetáculo.

A entrada é feita mediante reserva prévia até à lotação da sala. Informações e reservas: 222 084 014 / 935 309 952 ou em teatroartimagem@teatroartimagem.org

 

- Publicidade -