Pequenos Cantores com projecto de educação para o desenvolvimento sustentável.

0
160

O Dia Mundial da Música ficou marcado pelo lançamento do novo trabalho do Coral Infantil Municipal dos Pequenos Cantores da Maia. “O Pzzim é um raio de energia” é um projecto de educação para o desenvolvimento sustentável e conta com a participação de nomes da música portuguesa como Vozes da Rádio, Nuno Guerreiro, Manuela Azevedo, Ricardo Azevedo e Fernando Tordo. O projecto é em formato áudio-livro, ou seja, inclui um livro ilustrado, dois CDs com a representação vocal e sonoplastia adequada e um CD com canções.

De acordo com o maestro e director do grupo, Vítor Dias, trata-se de um conceito que envolve a educação ambiental mas também “a atitude e postura perante a vida contemporânea”. Foi um trabalho que envolveu muita gente, entre os quais os técnicos do ambiente da Câmara Municipal da Maia que “deram um contributo importantíssimo no aconselhamento de todos os valores, princípios e conceitos que era preciso implementar no projecto”, enumerou.

Na sessão pública de apresentação, Vítor Dias deixou também um agradecimento especial ao presidente da Câmara Municipal, ao vereador da Cultura, Mário Nuno Neves, e ao vice-presidente da autarquia e vereador do Ambiente, António da Silva Tiago, porque “acolheram de braços abertos este projecto, desde o início” e deram ao maestro “toda a força” para o levar adiante. “Eu estou a trabalhar nisto há muito tempo, mas em estúdio desde a segunda semana de Agosto, passei as minhas férias no estúdio com os artistas que são as crianças”.

E agora que o produto final está pronto e já foi apresentado, este responsável afirma que “são canções muitos bonitas”, acredita que se trata de um projecto com futuro e que cumprir a missão de educar para o desenvolvimento sustentável.

Este trabalho vem na senda da trilogia que os Pequenos Cantores pretendiam levar a cabo sobre educação ambiental. Começaram, há 10 anos, com “Eu e o Meu Amigo Planeta”, depois “Cristalina, a Gota de Água”, que foi já apresentado em todas as escolas de Área Metropolitana do Porto, com o patrocínio da Águas do Douro e Paiva, mas que também tem passado em diversas escolas de todo o país.

Por isso mesmo, as expectativas em relação ao fecho desta trilogia também são boas, “desde que funcione a mensagem educativa”, garante Vítor Dias. “Dentro da estratégia da educação ambiental que a Câmara Municipal tem seguido, isto tem sido um instrumento fundamental na educação como afirmação da política ambiental e penso que funciona muito bem porque apostamos onde achamos que vale a pena investir que é nos mais novos”.

Isabel Fernandes Moreira