Professor Carlos Neto é o próximo orador das conferências “A Escola XXI em 60 minutos”

0
319
foto do Facebook de Carlos Neto

Durante exatamente uma hora e um minuto, no próximo dia 25, a partir das 21h00, este tema – ainda mais pertinente no momento de confinamento que atravessamos – será partilhado por Carlos Neto, orador convidado, e Luís Ribeiro, moderador.

Uma vez por mês, até junho, o Município da Maia convida reputadas referências nacionais no âmbito da Educação para o futuro e do pensamento estratégico consertado nesta área.  

Depois do primeiro webinar deste ciclo de conversas, que teve como tema central o uso do tempo na vida das crianças, o segundo debate traz à discussão o verbo brincar: “A Brincar é que a gente se entende! A importância do ‘Brincar’ na Escola”.

Carlos Neto é professor catedrático da Faculdade de Motricidade Humana da Universidade de Lisboa, especialista e investigador em Educação Física, bem como interveniente ativo ao nível nacional e internacional em temas relacionados com o desenvolvimento da criança, habilidades motoras, observação do desenvolvimento infantil, entre outras áreas de atuação a estas interligadas.

O moderador deste debate, Luís Ribeiro, especialista em educação e particularmente em educação pré-escolar, ocupando atualmente a função de presidente da Associação de Profissionais de Educação de Infância. Ao longo da sua carreira profissional, teve uma atuação profundamente prática e interventiva em contextos escolares e projetos piloto no país.  

Ao longo dos seis primeiros meses de 2021, num evento online, “A Escola XXI em 61 minutos” pretende «acrescentar valor ao debate público, e especificamente entre os stakeholders da comunidade educativa do concelho da Maia, sobre os mais diversos temas de âmbito escolar, com os olhos postos num futuro promissor para as crianças e jovens estudantes», anuncia a Câmara da Maia.

O SincLab – Social Inclusion Laboratory da Faculdade de Psicologia e Ciências da Educação da Universidade do Porto é parceiro científico nesta iniciativa. A colaboração é despoletada pela intervenção do grupo de investigação da Universidade do Porto no INEDIT MAIA, desde 2018, onde se pretende conhecer a realidade socioeducativa local, assente num “modelo de recolha e análise” integrando os múltiplos interlocutores educativos, servindo de suporte à definição de políticas locais no domínio da educação, numa perspetiva de combate ao insucesso escolar. 

A iniciativa é gratuita a todos os que pretendam participar, estando apenas sujeita a inscrição através do seguinte link: https://forms.gle/4CkvZYBsi6iWm9X26.

As sessões serão transmitidas através da página de Facebook e do canal de Youtube da Autarquia.