“A última viagem de Lénine” na Quinta da Caverneira

0
207
A última viagem de Lénine
- Publicidade -

Sábado e domingo, o Teatro Art’Imagem apresenta na Quinta da Caverneira “A última viagem de Lénine”.

Quando, em 1924, Lénine embarcou no comboio rumo a Lisboa, esperava encontrar um médico que o curasse da doença que lhe destruía o corpo e a mente. O que não esperava era sair em 2016 e descobrir que, passado um século, o nosso mundo mudou tão pouco.

Noventa e nove anos depois da revolução que abalou o mundo, chega uma peça que promete abalar os teatros com uma homenagem à Revolução de Outubro que traz para os nossos dias o verdadeiro Lénine: humano, generoso, destemido e revolucionário.

Baseado num extenso levantamento historiográfico, a Associação Cultural “Não Matem o Mensageiro” apresenta um texto original de António Santos que promete não deixar ninguém indiferente. Esta é uma comédia contra os da mó de cima e para os da mó de baixo: a história da revolução russa em 90 minutos, à espera de um comboio com 90 anos de atraso.

Com encenação de Mafalda Santos, interpretação de André Levy, a peça pode ser apreciada sábado, 12, às 21h30, e domingo, 13, às 16h00. Bilhetes entre os 8 e os 6 euros.

- Publicidade -