Uma estreante na “Maia ao Palco”

0
142

Depois do sucesso do ano passado, regressa a “Maia ao Palco”. De 23 a 28 de Março, o Grande Auditório do Fórum da Maia acolhe a segunda edição da Mostra de Teatro de Amadores do Concelho da Maia, integrada na Primavera de Teatro – Comemorações do Dia Mundial de Teatro, que vai já para a quarta edição.

Trata-se de mais um exemplo da colaboração entre o Teatro Art’Imagem e o pelouro da Cultura da Câmara Municipal da Maia, neste caso, no âmbito das comemorações do Dia Mundial do Teatro, que se assinala no decorrer dessa semana, a 27 de Março.

Para preparar a “Maia ao Palco” e “ver qual a disponibilidade das associações”, a companhia de teatro chamou-as no sábado a um encontro na Quinta da Caverneira, em Águas Santas. Foram quatro as que marcaram presença – Associação JB – Juventude Barcarense, Grupo Dramático e Recreativo “Flor de Pedrouços”, Associação Cultural e Recreativa “Os Fontineiros da Maia”, Grupo Regional de Moreira da Maia e Pé no Charco – sendo que outras duas não puderam comparecer mas manifestaram a sua vontade de participar na edição de 2010. Falamos da Escola Dramática e Musical de Milheirós Maia e do Grupo de Teatro do Instituto Cultural da Maia. “E todos se disponibilizaram para representar”, congratula-se o responsável pelo Art’Imagem, José Leitão. Em relação à primeira edição da mostra, a novidade é a estreia na iniciativa do Grupo Regional de Moreira da Maia.

A maioria das associações que deverão estar, este ano, na Mostra de Teatro de Amadores já estão a preparar espectáculos e são esses que deverão levar ao Fórum da Maia, sendo que outras estão ainda a iniciar a preparação para uma presença “nem que seja simbólica”, admite José Leitão, por compreender que, “muitas vezes, não têm possibilidades de ter, de uns anos para os outros, novos espectáculos”. Assim, poderão fazer-se representar, por exemplo, com uma sessão de poesia ou de dança antes de um espectáculo, ou até uma exposição fotográfica.

A realização desta mostra pelo segundo ano consecutivo parece ter incentivado o trabalho ao nível do teatro, embora a actividade destas associações seja contínua. O certo é que “muitas delas já se prepararam sabendo que em Março há o festival, para terem espectáculos prontos para a mostra”:

[audio:Maia_Palco.mp3]

As inscrições para a edição 2010 da “Maia ao Palco” deveriam terminar a 15 de Fevereiro, mas foram prolongadas até ao final do mês, por sugestão dos “Fontineiros da Maia”. Nessa altura, além do nome das associações participantes, já deverão ser também conhecidos os espectáculos que cada uma vai representar. Trata-se de uma oportunidade de apresentarem os seus espectáculos teatrais no palco privilegiado do concelho, para um público mais alargado e com “uma maior dignificação”, admite o responsável pelo Art’Imagem.

As associações participantes ganham também com o intercâmbio com outros grupos, apostando na melhoria da qualidade das suas peças, inclusive a nível técnico. Nesse sentido, José Leitão revela que até há directores e ensaiadores de alguns grupos a frequentar a Oficina de Teatro da Maia, revelando “um esforço para se aperfeiçoarem”.

Quanto à quarta edição da “Primavera do Teatro”, o programa ainda não está definido, mas à semelhança do ano passado deverá contemplar oficinas de teatro dirigidas às crianças, mas também à população sénior do concelho. Continuidade deverá ser dada, também, às sessões de cinema relacionadas com o teatro e às acções de rua.

Marta Costa