Académico de Sangemil corre risco de descer

0
106

O Clube Académico de Sangemil está em perigo de descer à divisão de honra de futsal da Associação de Futebol do Porto. Em causa está a possível desqualificação do Araucária.

A confirmar-se esse cenário, os maiatos descem de escalão. “E nós sem qualquer culpa no cartório somos apanhados assim desta forma”, desabafava o presidente do CAS, Joaquim Reis. Apenas hoje deverá sair o comunicado do conselho de disciplina com a decisão. Mas a formação de Águas Santas já tem um advogado especializado em direito desportivo a estudar a situação.

O Araucária estava impedido de jogar por multas não pagas à Federação Portuguesa de Futebol. Foram tendo impedimentos mas foram jogando na mesma até não terem comparecido no jogo com o ARCA do campeonato. A falta de comparência, ao abrigo da lei, leva à desqualificação da equipa.

Joaquim Reis lamenta que isto venha a acontecer porque o clube esteve praticamente condenado à descida, “não atirou a toalha ao chão e depois de uma luta heróica leva uma punhalada nas costas”. “Fizemos os pontos necessários para continuar na 3ª divisão nacional, por isso, tenho fé que por direito próprio vamos conseguir o objectivo”, afirmou Joaquim Reis.

IFM