Águas Santas: Derrota que nada altera

0
199

O Águas Santas somou a quinta derrota da temporada. Um desaire que nada altera os objectivos da equipa, até porque era frente a um adversário de respeito, que tem ambições de se sagrar campeão nacional, e onde os maiatos deram uma excelente réplica.
Na 12ª jornada da 1ª Divisão, os aquissantenses deslocaram-se até Braga para defrontar o ABC, numa espécie de duelo entre mestre e aprendiz, uma vez que o técnico do Águas Santas era até há menos de um ano adjunto dos bracarenses.

Os comandados de Jorge Borges até entraram bem no encontro e estiveram a vencer desde cedo, até que o ABC fez um parcial de 6-0 e passou para a frente do marcador., curiosamente após um desconto de tempo pedido pelo técnico do Água Santas Ao intervalo os donos da casa já venciam por 15-13.
Na segunda parte o equilíbrio manteve-se, com golos nas duas balizas, mas foram os comandados de Jorge Rito a marcarem nos últimos segundos, vencendo o jogo pela margem mínima de 27-26.
Na classificação, os comandados de Jorge Borges caíram para o 7º lugar, com 26 pontos, também mercê da vitória inesperada dos açorianos do Sporting da Horta na Luz frente ao Benfica por 29-30, num jogo antecipado da 13ª ronda. Já o ABC ascendeu a liderança do campeonato com os mesmos 32 pontos do bicampeão FC Porto.

Os maiatos só voltam a jogar na próxima quarta-feira, dia 1 de Dezembro e feriado da Restauração da Independência, altura em que regressa ao pavilhão de Água Santas para receber o Xico Andebol, numa partida da 13ª jornada marcada para as 18h00.

Santana recebe Académico Porto

Este sábado, o Santana recebe o segundo classificado, Académico do Porto, no Municipal de Gueifães, numa partida com início marcado paras as 18h00. Francisco Monteiro está consciente das dificuldades mas quer vencer: “Em todos os jogos queremos ganhar. Sabemos que é um adversário com uma experiência diferente da nossa, habituado a estar na 2ª Divisão, está nos lugares cimeiros e tem ambições de chegar à Fase Final. Vai ser um encontro complicado como têm sido todos os que fizemos até agora”, conclui o treinador do Santana.