Amanhã da Criança cortou “ervas daninhas”

1
142

Não saíram cinco mas apenas três jogadores do plantel do Amanhã da Criança e um deles por questões profissionais. A garantia foi dada a PRIMEIRA MÃO pelo presidente da direcção, José Manuel Correia, que também desmentiu as notícias vindas a público pelo site da modalidade “FutsalPortugal”. Quanto aos outros dois atletas, diz o dirigente, “era preciso limpar as ervas daninhas”.

O sítio na internet dava conta da saída de cinco jogadores da equipa de Águas Santas, depois de uma reunião entre direcção, equipa técnica e atletas do AC até de madrugada, na semana passada. Em causa estariam argumentos que colocavam o treinador Vítor Magalhães e “à maior parte do grupo de trabalho” em lados opostos da barricada.

No entanto, José Manuel Correia desmente tal situação. A única causa do mau estar, conta, prendeu-se com a dispensa de dois jogadores. É que “no Amanhã da Criança só joga quem quer mas também não é para andar a brincar porque temos despesas com o departamento de futsal”, referiu. E ao que tudo indica, os jogadores em causa não estariam a ter a melhor conduta.

Uma das dispensas foi a de Bruno Guimarães, de quem o presidente admite gostar, em termos pessoais. No entanto, “é um anarca dos diabos”.

Polémicas à parte, a segunda divisão nacional regressa à competição amanhã. Na 12ª jornada do campeonato, o Amanhã da Criança recebe, no pavilhão do Corim, em Águas Santas, às 18h00, o Viseu Futsal.2001.

Isabel Fernandes Moreira

Notícia desenvolvida na edição de amanhã do Jornal Primeira Mão

1 COMENTÁRIO

  1. […] da direcção, José Manuel Correia, que também desmentiu as notícias … fique por dentro clique aqui. Fonte: […]

Comments are closed.