Amanhã da Criança preso por um fio

0
166

O Amanhã da Criança perdeu na visita a Mondim de Bastos, por 8-2, e em virtude da vitória alcançada pelo Merelinense, viu a distância para a manutenção aumentar para seis pontos quando faltam disputar apenas quatro jogos, ou seja, 12 pontos. Assim, a equipa de Águas Santas tem a permanência nos campeonatos nacionais “presa por um fio”, que pode “soltar-se” já este fim-de-semana caso a equipa de Merelim vença o ARCA e o Amanhã da Criança perca com o Paredes. O Monte das Pedras recebeu e venceu o ARCA por 2-0 e mantém a sexta posição na tabela, numa jornada que confirmou a subida de divisão do Chaves Futsal e a descida do Santa Luzia.

Sangemil aproxima-se da subida

O Académico de Sangemil está a realizar uma segunda volta espectacular e no passado fim-de-semana derrotou o Grijó com uma mão cheia de golos sem resposta. Beneficiou ainda da surpreendente derrota do Desportivo das Aves, em Gueifães, frente à Coopermaia para se colocar a apenas quatro pontos dos avenses, a cinco jornadas do final da prova.

Amanhã, o Académico de Sangemil jogo em casa do líder, Cohaemato, que já tem um pé na 3ª divisão nacional, naquele que será o grande teste dos sangemilenses nesta ponta final de campeonato. A Coopermaia, que protagonizou a grande surpresa da jornada ao vencer o vice-líder Desportivo das Aves, não tirou grandes benefícios na classificação, continua penúltima, mas encurtou para cinco pontos a distância para a linha de água, que tem agora como cliente o Sache, que é o próximo adversário dos rapazes da cooperativa, num jogo que pode marcar definitivamente o destino dos maiatos no campeonato, uma vez que em caso de derrota poderão ser oito os pontos de diferença para a manutenção, dependendo dos resultados que obterão Valboenses e Romanos.

Ainda na divisão de Honra o Arsenal de Parada regressou às vitórias ao vencer o Sache por 6-4 e mantém o 6º lugar. Na série 1 da 1ª divisão foi jornada de derbi maiato com o Recreativo de Vermoim na condição de visitado a vencer a ARDACM por 4-2. Os homens de Vermoim mantêm assim o primeiro lugar, e a ARDACM o penúltimo lugar numa luta pela permanência que tem os seguintes protagonistas: Stº. Eugénio (25 pts.); Real Senhorense (22 pts.); ARDACM (20 pts.); e JD Gaia (19 pts). Destes quatros, dois descem à 2ª divisão distrital.

Na outra série desta divisão o ponto de interesse para a Maia está no final da tabela, uma vez que o péssimo último terço de campeonato que a Juventude de Águas Santas está a realizar já os atirou para os lugares do meio da tabela depois de ter acabado 2009 com todas as hipóteses de acompanhar o Sobrado na subida à Honra, onde o S. Pedro Fins luta ombro a ombro com a Juventude do Muro para ver quem não faz companhia ao Águias da Areosa na descida de divisão. Na última jornada, enquanto o S. Pedro Fins perdeu na visita a Negrelos pela margem mínima, os trofenses empataram frente ao Moinhos e somam, neste momento, mais um ponto que os de S. Pedro Fins. Só que na próxima jornada há jogo grande nesta luta particular de fuga à despromoção. Hoje, pelas 22h00, no Pavilhão da Escola EB 2,3 de S. Romão do Coronado defrontam-se Juventude do Muro e S. Pedro Fins! Na 2ª divisão, série 1, o Avioso S. Pedro somou o terceiro empate consecutivo a dois golos caiu para a linha de água. Tem agora três pontos de vantagem sobre a dupla Arcozelo e Luso Académico, que ocupam os dois lugares de descida. Amanhã os maiatos visitam o tranquilo Atlético do Telheiro.

Na outra série desta divisão Silva Escura e Lusitânia de Pedrouços já só jogam para cumprir calendário e para obter a melhor classificação possível, sendo que de momento essa vantagem vai para os de Silva Escura que ocupam o 8º posto, dois lugares acima dos vizinhos do Sul da Maia.