Arranca sábado mais uma edição do torneio Maia Jovem

0
212


Pela décima sétima vez, a Maia recebe tenistas ao mais alto nível, mas de tenra idade. É a Taça Internacional Maia Jovem, que já faz parte do calendário desportivo do concelho e recebe tenistas internacionais, masculinos e femininos, até aos 14 anos de idade. A competição começa já no próximo sábado e a final é no domingo, dia 11 de Abril. Para esta edição de 2010, o torneio conta com 300 jogadores inscritos, oriundos de 25 países, dos quais se destacam alguns que nunca participaram na prova maiata, como é o caso dos Estados Unidos da América e de países da antiga União Soviética, como o Quirquistão e o Tajiquistão.

Pelos courts do Complexo Municipal de Ténis da Maia vão passar nomes como Gianluigi Quinzi, o italiano que ocupa a primeira posição do ranking da Tennis Europe. No feminino, a cabeça de série é a tenista Ioana Ducu, a número 10 do ranking Tennis Europe.

A apresentação do torneio Maia Jovem 2010 foi esta quarta-feira, no Salão Nobre da Câmara Municipal da Maia, com a presença do presidente do município, Bragança Fernandes, do vereador do desporto, Hernâni Ribeiro, o presidente da Assembleia Municipal da Maia, Luciano Gomes, e o representante da Federação Portuguesa de Ténis, Vítor Cabral. Mas foi Bragança Fernandes a colocar os sublinhados nesta edição do Maia Jovem, que se realiza desde 1993. “Já passaram por aqui muitos campeões”, lembrou Bragança Fernandes, como forma de explicar o nível do torneio. Vamos aos factos: pelo torneio maiato já passaram nomes como Juan Carlos Ferrero, ex-número 1 do ranking ATP, assim como os portugueses Gastão Elias e Manuel Trueva. E como os jogos também são feitos de público, Bragança Fernandes apelou à participação dos maiatos. O edil quer que a população encha as bancadas do Complexo de Ténis maiato. “É muito triste ver meia dúzia de pessoas a assistir a uma final”, sublinhou o autarca. “Vamos desejar que as pessoas apareçam”, disse Bragança Fernandes.

O Maia Jovem faz parte do grupo 1 dos torneios de sub-14 da Europa. É o único em solo nacional e insere-se num grupo de 13 campeonatos por toda a Europa. Na Maia, o evento “oferece sempre muito boas condições”, e isso explica a “preferência de atletas de topo pela Maia”. Palavras do vereador do desporto Hernâni Ribeiro, que considerou “muito bom para a Maia” a realização de mais um Maia Jovem.

Este ano, há uma novidade. Em simultâneo com o torneio principal, decorre uma pequena competição para pequenos atletas. É um torneio de sub-10 para teninstas de palmo e meio. O objectivo é “promover as modalidades e o fomento desportivo”, adiantou Hernâni Ribeiro. Dos miúdos para os graúdos, os mais velhos também vão pisar os courts. Hernâni Ribeiro aceitou o repto da organização e também vai pisar os courts de ténis do complexo maiato. “Claro que vou, porque pratiquei ténis dos 10 aos 14 e é um repto que aceito com muita facilidade”, revelou o vereador do desporto.

Pedro Póvoas