Casas de pouca sorte

0
161

O fim-de-semana não foi de muita sorte para as equipas maiatas a competir nas divisões nacionais de basquetebol. Ambas jogaram em casa mas os pavilhões maiatos não foram talismã nem no masculino, nem no feminino.

O Maia Basket jogou a décima nona jornada da Proliga frente ao Terceira Basket, uma equipa que está classificada pouco acima dos maiatos na classificação. Apesar do esforço dos comandados de Rui Silva, os açorianos não deram hipóteses vencendo por claros 65-105, impondo a décima sétima derrota da época aos da casa.

O Maia Basket continua assim na décima primeira, e penúltima, posição da Proliga, com os mesmos 21 pontos do último Academia e a cinco do décimo classificado Seixal.

Na frente a luta está ao rubro. Quando faltam apenas três jornadas para o final da Fase Regular, CBP/Sentir Penafiel, Lusitânia e Barcelos-Hotel Terço estão separados por apenas dois pontos.

Os maiatos voltam a entrar e campo apenas no dia 2 de Abril, sexta-feira santa, às 17h00, para jogar a vigésima jornada frente a mais uma equipa açoriana, o Lusitânia, no Municipal do Formigueiro.

Na II Divisão Feminina – Zona Norte A, a Juvemaia perdeu, e pela segunda vez consecutiva, algo inédito na temporada 2009/2010. As maiatas receberam o NCR Valongo no Municipal de S. Pedro Fins num jogo extremamente renhido e que podia ter sido ganho por qualquer uma das formações. No entanto, no final, a vitória sorriu às valonguenses por 67-69.

Com este resultado, as maiatas continua no segundo lugar, com 33 pontos, mas apenas à condição, uma vez que o NCR Valongo tem 31 pontos mas menos dois jogos realizados. Na frente isoladas estão as ermesindenses do CPN com 36 pontos.

As meninas da Juvemaia voltam a entrar em campo já este domingo, às 15h00, quando se deslocarem até ao Municipal de Vila Nova de Gaia para defrontarem as nonas classificadas do GD Bolacesto, numa partida a contar para a vigésima jornada do campeonato.

André Cordeiro