Castelo da Maia já tem novo técnico

0
199

O Castelo da Maia Ginásio Clube já tem um novo treinador para a época 2010/2011. Rui Pedro, que até agora coordenava as camadas jovens do Castelo, é o nome eleito para substituir Alexandre Afonso, que deixou o clube no final da temporada transacta após ter ganho a Taça de Portugal e terminado a divisão A1 em 4º lugar, cumprindo assim os objectivos.
O presidente do Castelo da Maia, Celestino Fonseca, afirma que se tratou de um processo natural: “Após a saída do professor Alexandre Afonso, formulámos o convite a Rui Pedro para treinar a equipa. Ele aceitou e já estamos a trabalhar na nova época”.

Entretanto, a principal referência da formação castelenses, Hugo Gaspar, já foi anunciado como reforço do Benfica. O presidente do Castelo da Maia lamenta a saída, mas deseja sorte ao futuro jogador encarnado: “Devido à grande época que fez, sabíamos que tinha vários convites. É com muita pena que o vemos partir, mas estamos gratos ao que fez aqui e tem a porta do Castelo sempre aberta para voltar”.
Celestino Fonseca afirma que haverá mais mexidas na equipa: “Vemos ter mais saídas de jogadores estrangeiros que estavam cá. Uns por decisão nossa, porque não convenceram, outro porque tem uma boa proposta no Brasil. Quanto aos portugueses, poderá haver mais uma ou outra situação por acordo mútuo”, refere o presidente castelense.

O dirigente do Castelo da Maia garante já ter reforços para a nova temporada, que serão anunciados ainda durante no mês de Julho: “Já temos acordo com alguns jogadores, incluindo um argentino para substituir o Gaspar, mas só anunciaremos quando tivermos o contrato assinado. Isso está para breve”, promete Celestino Fonseca.
O Campeonato da Divisão para 2010/2011 terá algumas alterações, tanto a nível de fase final como a nível de pontuação. A partir deste ano, no fim da fase regular a classificação será dividida em dois grupos. Nos seis últimos jogam novamente entre si e lutarão para não descer. Os seis primeiros jogarão entre si, e os dois melhores classificados jogam a final do campeonato em três jogos.

Na pontuação também há mudanças. Até aqui a vitória valia dois pontos e um para os vencidos. Agora isso só acontece quando o jogo terminar com o resultado em 3-2. Quando o resultado final for 3-0 ou 3-1, o vencedor arrecada os três pontos e o vencido não soma nenhum.
Celestino Fonseca está satisfeito com as alterações. “Penso que isto vem melhorar o campeonato. Pelo menos, torna-lo mais equilibrado e competitivo. Mas só com o decorrer da competição poderemos avaliar os efeitos destas alterações”, diz o presidente do Castelo da Maia.

André Cordeiro