Cinco medalhas para a Maia no Campeonato Europeu da EGKF

0
189


Barcelona foi palco de mais um êxito alcançado pelo karaté português. Foi a cidade que acolheu o 15º Campeonato Europeu da EGKF, prova que junta os melhores atletas das vertentes de Kata e Kumite do Estilo Goju-Ryu, e que não podia ter corrido melhor para a comitiva portuguesa, onde estiveram oito atletas do Clube de Karaté da Maia (CKM).

O sábado, dia 1 de Outubro, começou a prova de equipas. A formação feminina composta por Inês Rodrigues, Catarina Santos e Catarina Vilhena viram a sua participação na final garantida depois de terem levado de vencida a equipa espanhola na passagem à final. Já na final onde tudo parecia difícil, com um empate nos jogos realizados e disputados até ao ultimo encontro, Catarina Santos conseguiu vencer por uns expressivos 7-1 somando assim a conquista e o título europeu por equipas feminino.

Em masculinos, a equipa foi composta pelo núcleo duro do CKM – Nuno Moreira, Gonçalo Pinto, Vítor Silva, Diogo Gonçalves e Ricardo Rocha. Na passagem as meias finais os maiatos caíram por 3-2 frente à Rússia que acabaria por vencer a prova de equipas. Na repescagem, os atletas portugueses venceram a selecção da Espanha por 3-0 acabando com a medalha de Bronze.

Nas provas individuais, Inês Rodrigues apresentou-se em grande forma e eliminou a concorrência com resultados expressivos de 4-1 frente à Espanha, 6-0 frente à Alemanha e 4-0 frente à Republica Checa. No entanto, na final da atleta do CKM não conseguiu vencer a experiente romena, Claudia Nitu, acabando a sua prestação com uma medalha de prata.

Uma medalha de prata conseguiu também conquistar outro maiato, na categoria de -67Kg. Gonçalo Pinto mostrou estar em grande forma. Venceu o austríaco na primeira volta, na segunda eliminou o atleta da Rússia e na passagem à final o competidor da Ucrânia. Mas na final não conseguiu ultrapassar o atleta espanhol, perdendo por 3-2.

Depois de conquistar, no ano passado, o titulo Mundial em Cascais, Nuno Moreira viu, mais uma vez, o seu trabalho compensado ao eliminar os adversários na luta pela categoria de -75Kg. O atleta da Maia encarou a prova como “mais uma oportunidade que não pode ser desperdiçada”. No total, realizou sete combates nas provas individuais e em equipa. No sábado, ajudou a equipa a conquistar a medalha de bronze vencendo a Rússia por 2-1 e a Espanha por 12-5. Na prova individual, foi eliminando os adversários até chegar à final frente ao atleta da Republica Checa, Jan Kocik, que também venceu com um score de 7-1.

O presidente do CKM, António Moreira, que esteve destacado para as funções arbitrais mostrou-se satisfeito pelos resultados e prestações realizadas porque desta forma o CKM conseguiu colocar, uma vez mais, os seus atletas no topo da Europa.