Corrida de galgos na Maia

0
135

Pela primeira vez, a Maia acolheu no domingo uma corrida de galgos. E “foi das melhores até aqui realizadas”, sublinha uma nota da Associação Galgueira e Lebreira do Norte (AGLN), enviada ao Centro Equestre da Maia, parceiro na organização, e a que Primeira Mão teve acesso. A colaboração surgiu através de um galgueiro natural da Maia e que resolveu propor ao centro a realização da corrida.

Embora esta não seja uma tradição do concelho, o certo é que a adesão agradou à organização da corrida. Quer ao nível de participantes, quer no que respeita à assistência, contando inclusive com a presença do vereador Paulo Ramalho, da Câmara Municipal da Maia.

Para a prova que decorreu no Hipódromo Municipal da Maia, em Silva Escura, inscreveram-se 94 galgos – 59 adultos (com mais de 20 meses) e 35 cachorros (idade inferior a 20 meses), sendo 90 por cento  do Norte do país.

Diz o presidente do Centro Equestre da Maia, Manuel Armando, que é mais uma prova de que a Maia é um concelho de tradições. E que a corrida é para repetir.

Ouça as declarações de Manuel Armando:

[audio:GALGOS_MAIA.mp3]

Antes desta corrida de galgos, e também numa iniciativa do Centro Equestre da Maia, retomou-se uma tradição de Silva Escura: a bênção dos animais no Monte de Santo António. Um a um, os cerca de 40 cavalos e outros animais foram benzidos pelo Padre Ricardo, tal como acontecia há cerca de 20 anos.

Ouça as declarações de Manuel Armando:

[audio:BENCAO_ANIMAIS.mp3]

Nas actividades já programadas para o Hipódromo Municipal da Maia segue-se a primeira corrida do Campeonato Nacional de Corridas de Cavalos a Galope, no dia 1 de Março, organizada pela Liga Portuguesa de Criadores e Proprietários de Cavalos de Corrida, organismo do qual Manuel Armando é vice-presidente. O mesmo recinto acolhe, a 5 de Abril, mais uma corrida, desta feita com as receitas a reverterem a favor da Comissão de Festas de Silva Escura.

Marta Costa