Distritais: equipas maiatas voltam à acção depois da Páscoa

0
128

Depois da pausa pascal, os distritais voltam em força este fim-de-semana. No relvado, muitas perguntas para as equipas da Maia. Será que o Pedras Rubras vai continuar sem perder? Será que o Nogueirense vai ultrapassar o Grijó na classificação, depois do jogo contra os gaienses no próximo domingo? Será que o Castelo da Maia vai recuperar da pesada derrota infligida pelo Bougadense no passado dia 28 de Abril? E o Folgosa? Será que depois das amêndoas e do cabrito vai voltar a provar o sabor da vitória, que não digere desde Fevereiro? E o Maia Lidador orientado por Hugo Reis, será que usou a folga pré-Páscoa para “dar a volta” ao colectivo depois da goleada sofrida frente ao Labruge, que também fez cair o Inter de Milheirós na última jornada? E o Gondim, repetirá a vitória da última ronda? E será que o Águas Santas não vai repetir a derrota da última jornada, com vista à fuga dos lugares “mais afundados” da classificação?

As respostas vão ser dadas no próximo domingo. A começar pelo Pedras e pela divisão de honra da AF Porto. Os comandados de Caneco chegaram à semana santa na senda das vitórias. Os homens do aeroporto ocupam a segunda posição na classificação e jogam o próximo desafio contra o antepenúltimo da tabela, o Rio de Moinhos. Com um adversário bem mais acima na classificação joga o Nogueirense, com a oportunidade de ultrapassar o Grijó nos lugares do “ranking” da divisão de honra. Nogueirense é sexto, os gaienses são quintos. E ambos com 46 pontos.

Mais abaixo, na primeira divisão, série 1 da AF Porto, encontramos o Castelo da Maia, que folga este fim-de-semana. O próximo desafio está marcado para dia 18 de Abril, frente ao quarto classificado Perafita. Os orientados de Alexandre Coutinho somam 37 pontos e ocupam a posição 11 da classificação. Ainda na primeira divisão, mas na série 2, milita o Folgosa. Os homens de Santos Cardoso são neste momento oitavos e recebem este domingo o Zezerense, num jogo em que os maiatos são estatisticamente mais fortes. A equipa de Baião ocupa a antepenúltima posição da tabela.
Na segunda divisão, série 1, militam quatro equipas da Maia.

O melhor posicionado, o Maia Lidador, é neste momento terceiro, atrás do Labruge e do Foz. Foi precisamente o Labruge que não fez vida fácil aos homens do cavaleiro no último jogo. Os maiatos, comandados por Hugo Reis, perderam por cinco bolas a zero, num grave golpe às aspirações de subida do treinador e ex-atleta do clube maiato. No próximo domingo, o Maia Lidador vai “até aqui ao lado”, ao terreno do Rio Tinto, para tentar ganhar pontos que são preciosos. O Gondim joga em casa contra os Lusitanos. O Águas Santas também não sai da Maia e joga contra o quarto classificado Pedroso. A prolongar a Páscoa fica o Inter de Milheirós, que folga esta semana.

Pedro Póvoas