Distritais: Uma ajuda do vizinho vale ouro

0
157

O Pedras Rubras não se pode queixar da vizinhança. A formação do aeroporto venceu na última jornada e beneficiou da vitória do Nogueirense sobre o Alpendorada para subir ao segundo lugar. Nas restantes divisões da AF Porto, ao contrário da semana passada, as equipas maiatas pontuaram quase todas, com excepção do Águas Santas.

Na Divisão de Honra foi uma jornada em cheio para o Pedras Rubras. Os comandados de Caneco receberam o Grijó e não facilitaram, vencendo por 2-0. Os maiatos entraram com vontade de marcar cedo, mas tal só aconteceu perto do intervalo por intermédio de Luís. Na segunda parte, os gaienses pressionaram no sentido de chegar ao empate, mas foram os da casa que sentenciaram o encontro, por intermédio de Hugo aos 80 minutos.

Já o Nogueirense deu um importante contributo ao Pedras. Os homens de Nogueira da Maia receberam o segundo colocado, Alpendorada, e venceram por 4-1, com uma ponta final do encontro alucinante. Os visitantes até marcaram primeiro, por Ricardo, logo aos 2 minutos, mas os comandados de Fernando Gomes empataram aos 21 por Mazola. O empate manteve-se até à entrada dos minutos finais, quando Mazola fez o 2-1 e Simões bisou, fazendo o resultado final. Com estes resultado, o Pedras subiu ao segundo lugar da classificação com 60 pontos, mais que o Alpendorada e menos sete que o líder Sousense. O Nogueirense ocupa o sexto lugar com os mesmos 49 pontos do quinto, Grijó.

Em tarde de Dia da Liberdade, o Pedras Rubras tem uma partida decisiva na 31ª jornada. Os homens do aeroporto vão até ao Marco de Canaveses para defrontar o Alpendorada num jogo que promete ser quente. O Nogueirense também joga fora, mais concretamente no campo do Barrosas.

Na 1ª Divisão Série 1, o Castelo empatou a um golo com o Perafita. Os maiatos entraram melhor e inauguraram o marcador bem cedo por Fitas (4), mas os matosinhenses chegaram à igualdade por Paulinho aos 29 minutos. A segunda parte não teve muito motivos de interesse e o marcador não mais se alterou. Os comandados de Alexandre Coutinho mantêm o décimo segundo lugar com 38 pontos. Na frente segue o Custóias com 69 pontos e o lugar assegurado na Divisão de Honra, seguido do Salgueiros 08 com 63 pontos. Na última jornada, que se realiza na tarde deste domingo, o Castelo da Maia tem uma deslocação ao terreno do sétimo classificado Gulpilhares, numa partida em que pode recuperar algumas posições.

Melhor esteve o Folgosa na Série 2. Os comandados de Santos Cardoso foram ao campo do S. Martinho vencer por 1-2. Os folgosenses até sofreram primeiro, mas Adolfo (35) e Guedes (56) asseguraram o triunfo. Os maiatos mantêm assim o sexto lugar, com 53 pontos, de uma classificação que está ao rubro pois na frente seguem Nun’Álvares, Académico de Felgueiras e Baião, todos com 72 pontos. Este domingo também se realiza a última jornada desta série, com o Folgosa a receber o quinto classificado, Gens.

Na 2ª Divisão Série 1 as equipas maiatas tiveram mais uma jornada feliz, com excepção do Águas Santas. O Maia Lidador voltou às goleadas ao bater o Vilar do Pinheiro no Estádio Prof. Dr. Vieira de Carvalho por 4-0. O Inter de Milheirós regressou, após folga, para um empate sem golos em casa frente ao CA Rio Tinto. O Gondim não deu hipóteses no terreno do último, S. Romão, e venceu por 3-1. O Águas Santas foi o único que não pontuou, ao perder por 2-1 em casa do Atlético do Vilar.

Após esta jornada, tudo na mesma. O Maia Lidador é quarto, com 57 pontos, o Gondim é quinto com os mesmos 51 pontos, o sexto é o Inter de Milheirós com 49, e o Águas Santas é 13º com 22 pontos.

Na tarde de Dia da Liberdade também a série 2 desta 2ª Divisão chega ao fim. Na última jornada o Maia Lidador recebe o Ramaldense no Estádio Prof. Dr. Vieira de Carvalho, Gondim e Inter de Milheirós disputam o último derby maiato da época na freguesia milheiroense, e o Águas Santas acaba no terreno do Lusitanos. Todas as partidas estão marcadas para as 15h00.

André Cordeiro