Escola de BTT e Bike Parque os projetos mais recentes de Os Maiatos

0
424
Grupo Desportivo Os Maiatos
- Publicidade -

Com mais de 120 sócios e a dinamizar o BTT e o Futsal por entre cerca de 60 atletas, desde as escolas até aos masters, o Grupo Desportivo Os Maiatos está a concretizar novos desafios, que, em breve, vão constituir um novo impulso para a coletividade e para o município da Maia: escola de BTT e Bike Parque.

O grupo está a dinamizar o 1º ano da escola de BTT, oficializada este mês, e prepara-se para assinar um protocolo com a câmara municipal para a instalação de um Bike Parque com capacidade para acolher provas internacionais.

Ainda a caminho de celebrar o 10º aniversário oficial, pois o GD Os Maiatos foi formalizado em 2007, já abraça projetos de grande envergadura, que deverão consolidar ainda mais a atividade da associação e projetar a cidade da Maia aos níveis desportivo e turístico.

Escola de BTT oficializada este mês

A Escola de BTT iniciou a atividade esta época, “e já levou crianças a participarem no Campeonato de BTT da Maia e de Vila Conde, bem como noutros eventos dedicados à escola, mas só no corrente mês a oficializamos”, explicou Paulo Ribeiro, fundador de Os Maiatos e ainda presidente da direção. “Na escola, há treinadores oficiais que asseguram os cinco escalões existentes, mais um grupo de dirigentes que completa a equipa. A escola está aberta a ambos os sexos a partir dos quatro anos, tendo um acompanhamento direto pelos técnicos, passando pelas fases de aprendizagem, divertimento, conhecimento, treino e competição. Este é um dos principais projetos do GD Os Maiatos, pois só tem sentido ter uma equipa de competição com a existência da formação”, afirmou Paulo Ribeiro.

Todas as crianças do projeto serão filiadas na Associação de Ciclismo do Porto, irão usufruir de um seguro desportivo de acidentes pessoais, terão um equipamento da equipa referenciando a escola, irão participar no campeonato da Maia, nas provas da Associação de Ciclismo do Porto e nos encontros regionais e nacionais.

Bike Parque é projeto ambicioso

O Bike Parque é um projeto “muito ambicioso e importante não só para a Maia, como para o país inteiro”. O grupo apresentou o projeto para os terrenos junto ao Aeródromo de Vilar de Luz ao vereador do Desporto e ao presidente da Câmara, que, segundo Paulo Ribeiro, consideraram uma ideia “viável”. Na Gala de encerramento da época de Os Maiatos, Bragança Fernandes deu como prenda ao clube a entrega dos 10 mil metros de terreno necessários para instalação do Bike Parque.

A estrutura irá integrar uma pista fixa internacional, ainda mais duas a três pistas para a prática amadora, que será aberta a toda a população gratuitamente. Paulo Ribeiro avançou também que haverá pistas de trail e para caminhadas e que parte do edifício será cedido ao grupo desportivo para a instalação da sua sede, onde será aberta uma loja de acessórios de pequena dimensão para os bttistas.

Nesta altura, Paulo Ribeiro não adianta o valor exato do investimento necessário para o projeto, dado que ainda não está definido o tipo de apoio que a Câmara Municipal irá conceder, além da cedência do terreno, mas aponta para uma verba nunca inferior a 100 mil euros. O protocolo entre o clube e a autarquia deverá ser assinado “muito em breve”.

O certo é que Paulo Ribeiro pretende que a obra seja a melhor pista em Portugal, onde já existem três fixas, no sentido de poder realizar eventos de prestígio, que consigam atrair centenas de pessoas. Com mais visitantes na Maia, garante, “será possível dinamizar o turismo e os negócios de hotelaria e restauração, bem como angariar mais receitas para contribuir para a sustentabilidade do clube. Uma equipa de competição de BTT fica bastante cara.”

Os Maiatos reuniu 500 atletas no Campeonato Open BTT deste ano

Em 2007 a associação começou apenas com o Futsal e, mais tarde, integrou o BTT, que se foi notabilizando mais e, neste momento, é mesmo “a modalidade mais importante do clube” e que apresenta uma estrutura mais sólida em termos competitivos, a nível nacional e internacional. “Temos atletas campeões nacionais e também atletas que já vão competir à Taça do Mundo, até tivemos um pré-selecionado para os Jogos Olímpicos, infelizmente, não chegou a ser escolhido”, afirmou Paulo Ribeiro.

Os Maiatos organizam em conjunto com a Câmara da Maia o Campeonato Open BTT XCO, composto por cinco provas pelas freguesias maiatas captando a intervenção de cerca de 15 equipas todos os anos e integrando até 500 atletas, que foi o número atingido este ano.

- Publicidade -