Estádio Darts quer inverter maus resultados

0
91

A equipa maiata de setas Estádio Darts vai defrontar o Clube de Setas Piri-Piri na primeira eliminatória da Taça da Associação de Setas do Porto (ASP). Foi o que ditou o sorteio realizado a 23 de Dezembro. A primeira eliminatória joga-se a 06 de Janeiro em casa da equipa da 2ª Divisão, seguindo-se a partida na Maia no dia 20.

O capitão dos maiatos considera que o resultado deste sorteio “é uma boa perspectiva”, tendo em conta que vão defrontar uma equipa que está a disputar a 2ª Divisão e que, à partida, “é mais fácil”. Até porque se trata também de uma equipa que se estreou esta época na competição, acrescenta Paulo Martins, apesar de ter alguns atletas que já jogaram na temporada passada em representação de outras equipas.

Nesta primeira eliminatória da taça jogam ainda Darts Carneiro – Bar Bombeiros, Pedros Bar IV – S. Rex Serzedo, C.S. Serzedo – Pedros Bar II, Arrebola Setas – Refugidardos e Dragões Vale do Ave – Elleat Team. A ronda só fica completa com as partidas TNT/Pedros Bar – 40’s Bar I e Piso de Baixo – Pedros Bar I.

O objectivo do Estádio Darts nesta Taça da Associação de Setas do Porto é “tentar chegar à final”, embora “na parte final já seja mais complicado para a nossa equipa” mas sem, reconhece o capitão, já que estão em prova “equipas superiores”. Mas sem desistir do sonho de chegar à final e defrontar depois equipas de outras associações.

Complicada tem sido também a primeira fase do campeonato, com o Estádio Darts a disputar a 1ª Divisão. Ao fim de sete partidas, ocupava o sétimo posto da tabela liderada pelo Bar Bombeiros. A equipa da Maia venceu dois embates e perdeu cinco, somando apenas 11 pontos. Na oitava jornada, a última antes da ronda de folga no próximo dia 7, o Estádio Darts venceu, em casa, o 40’s Bar, por 7-2. O capitão considera que a equipa não foi feliz no sorteio para este campeonato, ditando para as primeiras quatro partidas “os jogos mais complicados”. A somar à qualidade dos adversários, o Estádio Darts teve de gerir as ausências de alguns atletas.

Só agora todos os jogadores estão disponíveis, com o intuito de fazer “uma segunda volta diferente”, a “tentar combater os mais resultados da primeira volta”. Falamos de dez atletas – três femininos e sete masculinos – sendo que dois são novos em relação à última época, permitindo colmatar eventuais indisponibilidades.

Marta Costa