Flávio Gomes foi o melhor “maiato” na Volta a Portugal do Futuro

0
870

Flávio Gomes foi o elemento da Maia-Bike Team melhor classificado na 18ª Volta a Portugal do Futuro que, da Anadia a Reguengos de Monsaraz, juntou o pelotão nacional sub-23 e algumas das melhores equipas espanholas do escalão para uma competição de seis dias.
Apresentando um percurso bem mais rolante que a anterior edição, a equipa maiata depositava confiança nos seus corredores sendo que Fábio Palma e Sandro Pinto suportariam a pressão de liderar a equipa a um bom resultado. Se o percurso não ajudou os dois trepadores da equipa, foi Flávio Gomes, um rolador, quem melhor deu conta do recado na classificação final conquistando o nono lugar, a 3m07s do vencedor.

Para Flávio Gomes brilhar foi necessário fazer uma corrida de recuperação após a conquista da amarela pelo russo Alexander Ryabkin no primeiro dia, a caminho de Águeda. Uma fuga que surpreendeu todos os favoritos e instalou no final da primeira etapa, com 133,7 quilómetros, o corredor de Leste na liderança.
Na geral individual e após a vitória sem contestação de Ryabkin, o nono lugar de Flávio Gomes permanecerá valorizado pela extraordinária recuperação do atleta natural de Barcelos após a grave queda sofrida – luxação e tempo previsto de paragem de seis semanas – na Volta ao Minho e que quase ameaçou a sua participação na “Volta do Futuro”.

Na classificação por equipas, a formação maiata alcançou o quinto lugar entre as 10 que disputaram a prova.
Paulo Couto, responsável pela equipa, reconhece que a ambição foi maior do que o resultado: “Não foi a prestação desejada. O nosso chefe de fila acusou o desgaste da época e não conseguiu lutar pelos lugares cimeiros. Aquilo que me deixou satisfeito foi o sentido de entrega destes jovens que nunca baixaram os braços, mas, na verdade, em luta directa com as formações da Liberty Seguros/Sta. Maria da Feira, Aluvia-Valongo e ASC Vitória de Guimarães, não levamos vantagem uma vez que são formações com outro nível de orçamento. A Maia-Bike Team esteve na estrada e muitos foram os que nos reconheceram e apoiaram mesmo fora do concelho ”, reconheceu o director-desportivo da Maia-BikeTeam.

André Cordeiro