Gala Gímnica do desporto adaptado reuniu 100 alunos

0
322
- Publicidade -

A Câmara Municipal da Maia, através do Pelouro do Desporto deu o apoio, no dia 17 de maio, à Gala Gímnica dos Alunos do Ensino Especial do concelho, que se realizou entre as 9h30 e as 11h30, no Complexo Municipal de Ginástica.

Nesta 5ª edição da festa de final de ano letivo participaram os alunos do Ensino Especial das escolas do ensino básico e secundário do concelho da Maia, para além de escolas de concelhos vizinhos.

No evento, marcaram presença cerca de uma centena de alunos que apresentaram alguns elementos gímnicos assim como esquemas de dança carregados de movimento e alegria. As referidas demonstrações, pretendem fundamentalmente motivar os participantes e criar momentos de alegria e convívio entre os professores, alunos, pais e amigos.

O vice presidente e vereador da Educação da Câmara da Maia foi passar alguns minutos com as crianças e até participou de alguns exercícios que elas realizavam. Ao Primeira Mão sublinhou a “grande preocupação com os nossos jovens que têm dificuldades ao nível da deficiência, pelo que fazemos em parceira com o agrupamento de escolas Gonçalo Mendes da Maia uma gala no fim do ano letivo, em que alargamos o âmbito e podem vir participar as restantes escolas de agrupamentos do Grande Porto”.

É promovido um momento de festa e animação de que “as crianças gostam imenso, assim como os professores que têm esta missão e aprendizagem pelo desporto adaptado”, referiu António Tiago, acrescentando que este “é um momento muito feliz e muito importante para toda esta comunidade escolar”.

Benjamim Sousa, diretor do Agrupamento escolar Gonçalo Mendes da Maia, explicou que são acolhidas nas escolas deste grupo “cerca de 200 crianças com necessidades educativas especiais, umas com mais deficiência do que outras, as que estão aqui são alunos das unidades de multideficiência, pelo que é para eles que temos que promover a inclusão”. Por tudo isto, Benjamim Sousa entende que é interessante juntar os outros alunos ditos normais, convidando-os a virem cá e a participarem nesta festa.

A forma encontrada de os juntar foi trazer uma turma do 8º ano que apresentou um número de dança e, depois, também ajudou os alunos especiais a realizarem os seus percursos gímnicos.

O professor Eduardo Cruz explicou que os alunos trabalham a motricidade com muitos estímulos que recebem no Complexo Municipal de Ginástica, que os fazem evoluir muito, mas é preciso não esquecer outras aprendizagens como a autonomia, o saber estar e relacionar-se”.

Acima de tudo, o convívio é um dos incentivos importantes para a presença destes alunos na Gala Gímnica, pois muitos deles já passaram pelo ensino básico e encontram-se agora na escola secundária, por isso, “vão fazendo amizades, recordando alguns amigos ou fazendo novos, algo super importante”, considerou Eduardo Cruz.
 
Angélica Santos
 

- Publicidade -