Golear até à liderança

0
89

Quase uma dezena de golos. Só faltou um. O festival de golos aconteceu na tarde do passado domingo, no Parque Municipal de Gondim, quando a equipa da casa cilindrou o ‘lanterna vermelha’ do campeonato, o São Romão, com o resultado esclarecedor de nove bolas a zero. Resultado que quebrou o gelo que assolava o campo de jogos, com temperatura não superior a 10 graus. Mas não foi a única goleada no espaço de uma semana.

Os maiatos comandados por Américo Soares continuaram na senda das vitórias e ocupam agora o primeiro posto da classificação da segunda divisão, série 1, da Associação de Futebol do Porto, depois da vitória frente ao Águas Santas, por 4-0, no jogo em atraso da oitava jornada, que se disputou na passada quarta-feira.

No jogo de domingo, da 14ª jornada do campeonato, ao intervalo o São Romão já perdia por três bolas. Resultado dilatado logo no arranque da segunda parte, onde nunca faltaram oportunidades de concretização para o Gondim. Perto do fim do jogo, o São Romão evidenciava já gastos físicos e anímicos, e sofreu os golpes finais. Um elemento afecto ao clube da freguesia trofense chegou a dizer, no momento em que foi anunciada pela equipa de arbitragem os dois minutos de compensação, que "mais valia dar zero minutos de compensação".

Apesar do sofrimento da equipa visitante, o treinador do Gondim, Américo Soares, o resultado expressivo é importante "para dar confiança à equipa" necessária nos confrontos que se avizinham. O mister dos maiatos garante que a intenção do Gondim é "andar a lutar pelos primeiros lugares", mas reserva "para o último terço do campeonato" a cautela da decisão de "quem sobe ou não". O São Romão, que se "descontrolou no jogo", foi sempre respeitado pela equipa da casa, garante Américo Soares.

O próximo desafio é outro derby maiato, contra a equipa do Maia Lidador, em jogo da 15ª jornada da segunda divisão, série 1, da Associação de Futebol do Porto, a disputar já no próximo domingo, no Estádio Professor José Vieira de Carvalho.