Inter de Milheirós: nova época ainda sem relva

0
152

Chegar ao final do campeonato da segunda divisão, série 1, da Associação de Futebol do Porto nos lugares cimeiros. É esta a intenção da presidência do Inter de Milheirós, comandada por Sérgio Cunha. A época 2010/2011 está aí e os preparativos já estão em marcha. Depois do sexto lugar alcançado na passada temporada, a equipa milheiroense quer fazer mais. E continua a lutar pelo tão reclamado campo relvado, que ainda não é uma realidade.

O plantel ainda não está fechado e, de acordo com Sérgio Cunha, ainda existem jogadores que estão à experiência. De resto, é intenção da direcção manter uma equipa competitiva para tentar subir na classificação. O ano passado o Inter ficou em sexto, atrás de alguns vizinhos maiatos, como o Gondim e o Maia Lidador. Sérgio Cunha acredita que a equipa “podia ter feito muito melhor”. Faltou o dinheiro: “É óbvio que o nosso orçamento não se compara à maioria das equipas com quem competimos, mas temos um bom lote de atletas e as nossas ambições ficam na mesma. Não faria sentido competir sem objectivos”, remata o responsável pelo clube de Milheirós.

Outra grande “bandeira” da actual (e passada) direcção é a procura de um terreno “digno” para jogar. Segundo Sérgio Cunha, é uma reclamação legítima para o Inter de Milheirós ficar em pé de igualdade com os restantes clubes da Maia. “Somos o único clube do concelho da Maia que nesta altura ainda joga em pelado. Todos os outros clubes têm já relvados sintéticos com bancada, nós somos um clube que ainda não possui essas estruturas fundamentais”, sublinha Sérgio Cunha, que considera ser esta mesmo “a maior ambição” do clube.

No plano competitivo, o Inter de Milheirós começa a jogar fora de casa. O jogo inaugural para os milheiroenses é no campo do Progresso, no dia 12 de Setembro.

Pedro Póvoas