Inter de Milheirós comemora 34 anos

0
119

O aniversário foi no dia 5 de Dezembro, mas a sessão solene só se realizou na passada sexta-feira. Com direito a prémios que distinguiram adeptos, treinadores, atletas e dirigentes. A sede social do Inter de Milheirós Futebol Clube foi o palco das comemorações. Na cerimónia, conduzida pelo presidente da Assembleia Geral do clube, Sérgio Cunha, estiveram presentes o vice-presidente da Associação de Futebol do Porto, Eduardo Madeira, o presidente da Assembleia de Freguesia de Milheirós, José Manuel Nunes, o representante do departamento de desporto da Câmara Municipal da Maia, Francisco Barbosa. Também presente na cerimónia e este ano a acumular duas funções esteve Vítor Fontes, que agora junta ao cargo de presidente do Inter a responsabilidade de conduzir os destinos da Junta de Freguesia de Milheirós.

 

"Permitam-me que cite uma frase marcante de ontem, hoje e amanhã: povo que ignora o seu passado jamais terá futuro". Foi esta a maneira do presidente da Assembleia Geral do Inter, Sérgio Cunha, começar por recordar, numa intervenção inicial, os corpos que constituíram o clube no seu início, como é o caso do fundador, Francisco Rocha, "mais conhecido por Chico das Conchas", recordou Sérgio Cunha. Agora os responsáveis são outros e o louvor vai para Vítor Fontes que, no entender do presidente da Assembleia-geral do Inter, "reequilibrou as finanças do clube, prestigiou e dignificou a instituição. Impôs um rumo ao clube".

Problemas

O clube já é "trintão" e os problemas de infra-estruturas agravam-se. "Continuamos a sonhar com o nosso pequeno estádio que nos vai permitir ficar em condições iguais às dos restantes clubes do concelho", desabafou Sérgio Cunha. Recorde-se que o Inter de Milheirós treina no campo pelado do clube, mas joga em casa emprestada, na freguesia de São Pedro de Fins. Para Sérgio Cunha, o novo estádio é importante "para melhorar as condições de formação de jogadores", sem esquecer os escalões principais.

O presidente do Inter de Milheirós, Vítor Fontes, agradeceu à Câmara Municipal da Maia "toda a disponibilidade que tem mostrado em ajudar o Inter de Milheirós". Mas os maiores louvores foram para os adeptos e atletas. "A verdadeira alma deste clube são os seus associados e simpatizantes. Todos os milheiroenses que acompanham o Inter são credores da minha amizade e estima". E o apoio dos visados é imprescindível: "O vosso apoio será fundamental para que o Inter de Milheirós cresça".