Inter promove formação em Torneio da Páscoa

0
146

Duas equipas de fora da Maia venceram, no último fim-de-semana, o 4º Torneio da Páscoa organizado pelo Inter de Milheirós FC. Em Iniciados, a vitória foi para os jovens futebolistas do AC Bougadense, que derrotaram o Galitos FC por 1-0. Também no sábado, a final de Juvenis colocou frente a frente as equipas do CDC Viatodos e do CD Trofense, valendo a superioridade da equipa de Barcelos, que conquistou o primeiro lugar do grupo ao triunfar por 2-0.

Estes resultados mostram que nenhuma das equipas da Maia em prova conseguiu chegar a qualquer uma das finais. Nem a da casa, o Inter de Milheirós FC, que competia nos dois escalões, nem o Folgosa. Logo na partida inaugural da edição deste ano do torneio, os Iniciados do Inter foram derrotados pelo Bougadense, por 4-5, na marcação de grandes penalidades, depois de um empate sem golos.

No escalão Juvenis, nova derrota para os de Milheirós. Os seis golos marcados no jogo com o Viatodos – três para cada lado – não chegarem para decidir o vencedor. Foi apenas nos penalties que o clube vindo de Barcelos se mostrou superior, derrotando o conjunto da casa por 1-4. O Folgosa também perdeu logo na primeira partida, frente ao Trofense, e também em penalties, por 3-2. mas, neste caso, depois de um empate a dois golos no período regulamentar.

Restava às duas equipas da Maia disputar os 3º e 4º lugares da classificação de cada um dos escalões, destacando-se o derby maiato em Juvenis, em que o Inter levou a melhor, marcando dois golos sem resposta. Pior sorte tiveram os Iniciados da casa, no embate com o FC Pedroso. Empatadas a 1-1, as duas equipas passaram para a marcação de grandes penalidades, em que o Inter apenas conseguiu converter em golo duas oportunidades, contra quatro dos jogadores de Vila Nova de Gaia.

Este Torneio da Páscoa do Inter de Milheirós, que já vai na 4ª edição, visa “manter o ritmo competitivo das nossas equipas, se possível, com equipas de uma divisão acima”, sublinhou o vice-presidente do clube e responsável pela formação, Rui Silva.

Marta Costa