Maia Lidador: Finalização prejudica início

0
151

O Maia Lidador não está a ser muito feliz neste início de época 2010/2011. Os recém-promovidos à Série 1 da 1ª Divisão Distrital contabilizam três derrotas em outras tantas jornadas disputadas e ocupam o último lugar da classificação.
No último fim-de-semana os homens do cavaleiro foram derrotados por 1-0 na visita ao terreno do Desportivo Portugal. Para o treinador do Maia Lidador, Hugo Reis, a derrota aconteceu por culpa própria. “Fomos superiores durante todo o jogo, com um domínio esmagador. Tivemos várias oportunidades flagrantes, de baliza aberta, que não conseguimos concretizar. Na única vez que o adversário foi à nossa baliza, sofremos um golo devido a uma desconcentração momentânea. Depois não conseguimos reagir”, afirma o técnico.

Quanto à prestação global da equipa, Hugo Reis considera que o Maia Lidador atravessa “uma má fase” e que apenas necessita “de uma vitória que irá moralizar a equipa”. O treinador lamenta ainda os dois jogos perdidos no início. “Conseguimos estar a vencer o Serzedo por duas vezes e acabámos por perder devido a desconcentrações e à má finalização. Em casa, frente ao Senhora da Hora, só estiveram em campo as camisolas. Jogámos mal e até podíamos ser goleados”, atira o técnico maiato.

Para ultrapassar este mau momento, Hugo Reis já tem a receita: “Uma vitória irá dar a moral que nós precisávamos. Neste momento qualquer adversidade afecta os jogadores. No entanto, acredito que o plantel tem crescido em termos de confiança. Vamos dar a volta por cima”, diz.

O próximo jogo é já este domingo, à tarde, no Estádio Prof. Dr. Vieira de Carvalho frente ao S. Pedro Rates. Hugo Reis quer uma vitória para inverter a situação. “Temos que ganhar. Terá que ser a rampa de lançamento para uma nova fase, até porque não podemos criar um fosso muito grande para o topo da classificação. É necessário um pouco mais de concentração e discernimento na hora de finalizar”, conclui o técnico do Maia Lidador.

André Cordeiro