Maia pode ficar reduzida a um representante nos nacionais de futsal

0
61

A jornada 18 do campeonato nacional da 3ª divisão pode ter marcado definitivamente a “sorte” das equipas da Maia que disputam a prova e muito provavelmente pode ter deixado um indicador importante para a época 2010/2011, que a Maia vai ver reduzida para um representante a presença nos campeonatos nacionais na modalidade rainha em competições de pavilhão. A confirmar-se tal desfecho, que neste momento já não apanhará ninguém desprevenido, é a primeira vez nos anos mais recentes, anos em que a modalidade graças às transmissões televisivas e às participações da nossa selecção em europeus e mundiais, ganhou mais projecção, público e atletas, que a Maia reduz a sua participação a uma só equipa e no escalão mais baixo dos nacionais. É bom recordar que Amanhã da Criança, Monte das Pedras, Arsenal de Parada e Académico de Sangemil num passado não muito distante disputavam os nacionais com representações a nível da 2ª divisão. Mas na próxima época o Monte das Pedras, com a derrota caseira averbada na última jornada frente ao penúltimo classificado (Pioneiros de Bragança) ficou mais longe do 2º lugar, estando agora a 9 do Junqueira, 8 do Barranha e 7 do Contacto Futsal, ou seja, a equipa de Crestins vai manter-se na 3ª divisão nacional, e pelos vistos sem companhia de vizinhos, uma vez , que o Amanhã da Criança perdeu em Braga frente ao Merelinense por 3-1, e está, quando faltam disputar apenas oito jornadas, a oito pontos da equipa de Merelim que ocupa o primeiro lugar acima da zona de descida. Subidas para a 3ª divisão também não devem acontecer, porque apesar de Académico de Sangemil e Arsenal de Parada ocuparem actualmente a parte de cima da tabela, estão longe pontualmente dos dois lugares que permitem a promoção. A outra equipa da Maia que disputa a

divisão de Honra, Coopermaia, luta para não cair para a 1ª divisão.

Distritais

A última jornada dos campeonatos distritais complicou a vida às quatro equipas da Maia que lutam pela manutenção. Vai ser um último terço de campeonato com muito sofrimento. Mas nem tudo são más notícias, como vamos ver neste resumo outras equipas continuam a brilhar: o Vermoim que apesar de derrotado continua líder, a Juventude de Águas Santas que subiu para os lugares do pódio e o Clube Amigos de Corim que na muito complicada 1ª divisão feminina alcançou a manutenção quando ainda faltam disputar cinco jornadas.

Académico de Sangemil e Arsenal de Parada venceram na condição de visitantes e cimentam cada vez mais um lugar no top 5 da Divisão de Honra, apesar da diferença para o último lugar de acesso aos nacionais, que é ocupado pelo Desportivo das Aves, ser de 10 pontos para os academistas e 12 para os arsenalistas. A Coopermaia foi goleada pelo adversário que ocupa um lugar a cima na tabela, AR Lever por 7-1, e continua a 6 pontos da permanência, ocupando agora o penúltimo lugar, que não é último porque a Cafetaria do Ouro desistiu e ficou com lanterna vermelha até final da prova. Depois de na passada edição termos puxado para título a carreira do Recreativo de Vermoim, que é líder na série 1 da 1ª divisão, os vermoenses resolveram “borrar a pintura” e perderam em casa com o Praia Mar por concludentes 4-1, tendo agora 5 pontos de vantagem sobre o A-Ver-o-Mar que suplantou o S. Sebastião nu lugar de vice. S. Sebastião que recebe amanhã no Municipal de Leça do Balio, às 18h00, o Recreativo de Vermoim, num jogo que em caso de vitória dos maiatos abre uma auto estrada rumo à divisão de Honra. Também nesta série da 1ª divisão a ARDACM viu o seu jogo com a Biquinha adiado por más condições do piso, e viu também a Mocidade Invicta conseguir mais uma vitória para juntar à espectacular recuperação que está a fazer, estando agora a apenas um ponto dos Amigos das Crianças da Maia, ou seja, a ARDACM vai ter que andar da perna senão quiser ter uma decepção na parte final da prova. Também na série 2 da 1ª divisão os representantes da Maia lutam por objectivos diferentes. A Juventude de Águas Santas venceu fora de portas a Juventude do Muro por 5-2 e subiu ao último lugar do pódio mantendo intactas as esperanças de subir à divisão de Honra. Já o S. Pedro Fins viu o seu jogo com o líder Sobrado ser adiado devido às más condições do Pavilhão Municipal de S. Pedro Fins provocadas pelas condições climatéricas completamente adversas e que impossibilitou a realização de muitos jogos no distrito do Porto. Apesar de não jogar o S. Pedro Fins sofreu a meio da semana uma mexida na classificação motivada por castigos impostos à equipa do Aliviada pela utilização indevida de atletas. Assim, na posição de rebaixamento estão agora o Aliviada com 5 pontos e o S. Pedro Fins com 9. Acima destas equipas, e aquelas que ainda podem ser alcançadas e que estão assim envolvidas na luta pela fuga à despromoção estão Águias da Areosa com 14 e Juventude do Muro com 15. Com vida muito complicada ficou também o Avioso S. Pedro que perdeu na condição de visitado com o GD Ilha, foi ultrapassado pelo Arcozelo, caindo assim para o penúltimo lugar, ou seja, ocupa um dos dois lugares de despromoção. O último classificado da série 1 da 2ª divisão é o Contumil com menos 1 ponto que os de Avioso, que têm à sua frente o GD Ilha e Luso Académico com mais 4 pontos  e o Arcozelo com mais 1 ponto. Na série 2 o Lusitana de Pedrouços perdeu em Ardegães com o Sobreira, ficou sem treinador porque António Gonçalves apresentou a demissão, viu o Silva Escura, que empatou no Bairro do Falcão, aproximar-se pontualmente, a diferença é agora de 1 ponto, e amanhã pode ser ultrapassado pelo Silva Escura no derbi maiato da próxima jornada que terá lugar em S. Pedro Fins, com início marcado para as 21h00. Na 3ª divisão, em jornada que a ARDCAM “B” folgou, o Académico de Pedras Rubras deu seguimento à excelente segunda volta que está a realizar, venceu a Gacer por 2-1 e aproximou-se pontualmente dos lugares do meio da tabela. Na 1ª divisão feminina o Clube Amigos de Corim recebeu e venceu o Alto Avilhó por 4-1 e garantiu matematicamente, quando ainda faltam disputar 5 jornadas, a permanência na 1ª divisão.