Maiastars vence torneio em Espanha

1
141

A equipa de juniores do Maiastars venceu o Torneio Internacional Ciudad de Elda, que decorreu na cidade espanhola de Elda. As maiatas entraram bem no torneio e venceram El Cañada de Almeria, por 20-15. No segundo jogo, frente à equipa da casa, o Elda Prestige, o Maiastars venceu pela margem mínima (17-16). A equipa da Maia terminou a primeira fase só com vitórias, ao vencer o Mataró de Barcelona por 32-11, no último jogo desta fase.

Nas meias-finais, as maiatas defrontaram outra equipa portuguesa, o Colégio de Gaia, que foi campeão de juniores femininos no ano passado. A vitória sorriu ao Maiastars por 26-18. Já na final, as maiatas encontraram o seu maior obstáculo, o campeão espanhol Huigeron Fuengirola, e venceu por 27-17, arrecadando assim o troféu.

De referir os prémios alcançados pelas jogadoras maiatas. Andreia Costa venceu o prémio de melhor guarda-redes do torneio, e Rita Alves foi eleita a melhor jogadora da prova.

No final, a direcção e quatro jogadoras da equipa maiata foram contactadas por três conjuntos espanhóis para representarem as suas equipas profissionais no próximo ano.

O treinador da equipa, que é simultaneamente presidente do clube, José Carlos Ribas, mostrou-se satisfeito com esta vitória: “O torneio foi fantástico para nós. Sabíamos, à partida, que iríamos encontrar um andebol muito mais evoluído que o nosso. No entanto, com os conteúdos apreendidos, a capacidade de adaptação a novas situações e, fundamentalmente, com a capacidade de superação das nossas jogadoras, conseguimos atingir o objectivo de ganhar esta enorme competição. O interesse e as reuniões dos clubes espanhóis com as nossas atletas valorizam o trabalho que se realiza no nosso clube que, muitas vezes, só reconhecido no estrangeiro. O anormal da situação é o facto destas atletas só terem 16 anos”.

José Carlos Ribas deixou também críticas à falta de apoio ao clube: “Tanto dinheiro mal gasto se vê por aí sem sequer haver um retorno social. Onde estariam estas atletas, com estas oportunidades de afirmação e crescimento como seres humanos desportistas que se lhes abriram, se não fosse o apoio da Câmara Municipal da Maia e da Associação de Andebol de Braga que pagou a participação neste evento? Talvez nos cafés, na droga, noutros vícios. Onde estão as outras forças vivas da Maia? É só a Câmara Municipal? As outras estão mortas? Onde está o vastíssimo centro empresarial e industrial da Maia? Do governo português, no apoio ao desporto, nem é bom falar…”.

Já a equipa de minis sagrou-se vice-campeã nacional ao perder no jogo de atribuição do título com as algarvias do Lagoa AC, por 13-12.

1 COMENTÁRIO

  1. enhorabuena a todo este equipo que ha jugado a un gran nivel y nos ha dado un ejemplo de genial balonmano.felicidades a las jugadoras y a sus tecnicos. UN SALUDO DESDE ESPAÑA

Comments are closed.