Manuel Pinheiro deixa o Pedrouços no final da época

0
187

É o início do fim de um ciclo. O técnico do Pedrouços, Manuel Pinheiro, já anunciou a saída do comando técnico da equipa maiata, que lidera a tabela da Divisão de Honra Distrital da Associação de Futebol do Porto. O jogo de despedida será dia 30 de Maio, frente ao Pedras Rubras, no Complexo Municipal de Pedrouços. O abandono é comunicado durante um bom momento do clube e quando faltam sete jornadas para o fim da competição.

Manuel Pinheiro vê com satisfação a fase que agora se encerra. "Fecha-se um ciclo do qual me orgulho de fazer parte", sublinha o técnico. A actual direcção do Pedrouços convidou o ainda treinador do Pedrouços para continuar por mais uma época, mas Manuel Pinheiro recusou a oferta. Depois de três anos à frente do comando do Pedrouços, o técnico acha "que está no momento certo para poder sair".

Ouça a declaração de Manuel Pinheiro:

[audio:Pinheiro_Saida.mp3]

O futuro do treinador ainda está indefinido. Manuel Pinheiro diz já ter sido abordado por dois clubes no final do mês passado, mas escusou-se a adiantar quais. Manuel Pinheiro procura agora "projectos ambiciosos" para seguir a carreira de treinador, e continua à espera de "algo aliciante" para decidir os passos a tomar, depois do dia 30 de Maio. Decidido, Manuel Pinheiro diz que o objectivo continua a ser o de "andar atrás dos primeiros, nesta divisão ou numa acima". Acrescenta ainda que quer "estar sempre ao melhor nível, e fazer o melhor que sei e o melhor que posso".

Sete finais

Ainda faltam sete jornadas para o fim e, para Manuel Pinheiro, o importante agora é a subida do Pedrouços. No campeonato da Divisão de Honra Distrital da Associação de Futebol do Porto, o clube maiato quebrou o ritmo das oito vitórias consecutivas e foi empatar em casa do Rio de Moinhos a duas bolas. Num jogo cheio de adversidades, que "não foi bem conseguido" por parte do Pedrouços, o clube não fez vingar o futebol que tinha vindo a praticar até ao passado fim-de-semana. Manuel Pinheiro diz ainda que além do terreno de jogo impraticável, em que "os jogadores, às vezes, nem conseguiam ver a bola por causa da poeira", o Rio de Moinhos conta agora com novo treinador e "estava com uma moral diferente daquilo que vinha fazendo". Frente a um Rio de Moinhos forte e motivado, e num terreno "que não tinha a mínima das condições para a prática do futebol nem para a saúde dos atletas", o Pedrouços deixou escapar dois pontos.

Para continuar em primeiro, o Pedrouços só pode perder uma vez ou empatar duas vezes. Embora considere não perder fora "um bom resultado", o cenário da fuga de pontos é impensável para o treinador dos maiatos. No entanto, os quatro pontos que separam o Pedrouços do Candal, segundo classificado, garantem "alguma tranquilidade" aos homens de Manuel Pinheiro. Jogadores que viram este resultado "como uma derrota", confessa o técnico. Resultado que não foi fácil de digerir para quem está habituado a ganhar. Recorde-se que o Pedrouços ainda não perdeu na segunda volta do campeonato.

O próximo encontro é frente ao Grijó, oitavo classificado, no próximo dia 19 de Abril, no Complexo Municipal de Pedrouços.