Marta Branco venceu a subida à Calçada da Glória

0
235
- Publicidade -

O Elevador da Glória, Monumento Nacional, parou e entregou a calçada aos ciclistas por uma noite, tendo a edição deste ano contado com a presença de cerca centena e meia de corredores de renome.

Os ciclistas subiram ao topo da Calçada da Glória, galgando no menor tempo possível os 265 metros que ligam a Praça dos Restauradores e o Bairro Alto, com um declive médio superior a 17%.
Após a qualificação por tempos, assistiu-se ao mano a mano pela vitória final.

Na competição feminina, o triunfo foi da atleta Maiatos Reabnorte, Marta Araújo Branco, que registou o tempo de 51,7 segundos, batendo na final Chuss Barros, do CC Spol, que concluiu a subida com a marca de 55,2 segundos. Na competição masculina Ricardo Marinheiro, Maiatos Reabnorte, sobe ao pódio em 3º lugar.

Recorde-se que Marta Branco, da Maiatos Reabnorte, conquistou recentemente a Taça de Portugal de BTT Cross Country Olímpico (XCO), depois de ter ganho quatro das cinco provas que integraram a Taça de Portugal de 2017.

Presença assídua nos trabalhos da seleção nacional, Marta Branco, com apenas 18 anos de idade, é uma ciclista com vários títulos e representações internacionais ao serviço da seleção portuguesa.

Tri-Campeã nacional de Cross Country Olímpico (2014, 2016 e 2017), Campeã Nacional de Ciclocrosse (2016), Campeã Nacional de Rampa (2016), tri-campeã do Minho de Ciclocrosse (2015, 2016 e 2017) e seis vezes Campeã do Minho de Cross Country (2011 a 2016), a jovem ciclista  também já venceu por quatro vezes a Taça de Portugal da XCO e uma Taça de Portugal de Ciclismo de Estrada, entre outros resultados de relevo, onde se inclui um 25.º no Campeonato da Europa de XCO (2017).

- Publicidade -