Monte das Pedras: Janeiro é decisivo

0
133

O Monte das Pedras está a fazer um campeonato regular na III Divisão Nacional Série A de futsal. No entanto, o objectivo de subida já está um pouco longe. Os maiatos ocupam a sexta posição, com 21 pontos em 12 jogos, mas já com menos dez pontos que o líder Chaves Futsal. E os transmontanos até têm menos um jogo realizado.

O treinador do Monte das Pedras, César Moreira, afirma que a equipa está um pouco aquém das expectativas: “Nesta fase o balanço não pode ser positivo. Perdemos pontos onde não devíamos ter perdido e isso prejudicou um pouco as nossas intenções. Não estamos completamente afastados do que pretendemos, mas está mais complicado”.

O técnico também já elegeu o mês de Janeiro como sendo decisivo para as ambições da equipa: “Os próximos três jogos são fundamentais para nós, é obrigatório ganhar. Até ao final do mês ficam decididos os objectivos do Monte das Pedras. Eu gostava que fosse diferente, mas infelizmente é assim”.

Os maiatos entraram a perder em 2010. Na recepção ao Macedense, décimo classificado, o Monte das Pedras foi derrotado por 2-3. César Moreira deixou alguns reparos: “Em primeiro lugar o que nos prejudicou foi o estado do piso, porque a nossa equipa tem muito mais valor individual e colectivo. Além disso, eles conseguiram trazer para dentro de campo algo que nós não conseguimos durante toda a partida, que foi vontade de ganhar o jogo. Isso foi determinante. Eles correram mais do que nós e a vitória não se discute”, atirou o técnico.

O Monte das Pedras volta a entrar em campo no próximo dia 16, às 18h00, quando visitar o Pavilhão Multiusos Rota Dos Móveis para defrontar o Paredes. César Moreira afirma ser vital somar os três pontos: “Vai ser um jogo complicado porque eles também estão recuperar de uma fase menos boa. Mas nós temos que começar a ganhar jogos fora, uma que coisa que não temos feito, e precisamos de vencer antes de abordar os dois jogos seguintes, que são contra o primeiro e o segundo classificados”, conclui César Moreira.

André Cordeiro